Home » Esporte, Cultura e Lazer, Todas as notícias » Taboão perde no final para o Marília e fica na lanterna da Série A3

Taboão perde no final para o Marília e fica na lanterna da Série A3

Em Marília, Taboão da Serra e Marília Atlético Clube protagonizaram na noite deste sábado, dia 4, um dos nove duelos válidos pela 3ª rodada do Campeonato Paulista Série A3, em 2012. Melhor para o time mandante que venceu com gols dos atacantes Reinaldo e Rafael Gomes nos acréscimos do final da partida. Com a terceira derrota em três jogos, o CATS segue o jejum que perdura desde 17 de setembro, a última vez que venceu em competições oficiais.

Nas duas primeiras rodadas as equipes ainda não haviam pontuado e o jogo ganhava um aspecto de “jogo da forca”, porque quem perdesse se complicava ainda mais. O MAC que disputa o campeonato Brasileiro da 4ª divisão recentemente promoveu o desligamento de oito jogadores do time e encarou a partida como jogo-chave. O CATS que não vence desde 2011 entrou com mais uma formação diferente: O volante Wellington Abreu, o lateral-direito Wellington Santos e o atacante Rodrigo Pio ganharam vagas entre os titulares.

Na próxima rodada, o Taboão enfrenta na próxima quarta-feira, dia 8, a Inter de Bebedouro, sob o seu mando de campo (pode ser que o CATS jogue em Osasco) às 16h. No mesmo dia, porém em horário diferente, às 20h, o Marília vai a Barretos enfrentar o time local. Ambos jogos pela 4ª rodada.

OS 90 MINUTOS

Na primeira etapa o CATS e Marília protagonizaram uma partida atípica: as duas equipes não conseguiam trocar passes sem que houvesse erros. O MAC teve a posse de bola em tempo superior ao Taboão, porém não produzia jogadas que levassem perigo á baliza do goleiro Thiago.

Durante todos os 47 minutos jogados, a partida condizia com o nível técnico das equipes e foi apática sem reais chances de gol. Para apontar pelo menos uma chance de cada equipe, aos 4 minutos, Rodrigo Pio de bicicleta obrigou o goleiro a fazer defesa. Já a equipe mandante chegou com menos perigo ainda e a jogada do lateral Pintado foi a única. Ele cruzou a bola, com efeito, e passou rente a trave do goleiro Fofão.

Na saída do intervalo o meio-campista Fabinho Fernandes disse o que mais atrapalhava a equipe até o momento. “A nossa preparação não foi adequada, e a condição física é o que mais está atrapalhando”, relatou o atleta camisa 10 da equipe taboanense.

Na volta do intervalo, o Marília entrou melhor e chegou pela primeira vez com perigo com um arremate ao gol perigoso, promovido pelo atacante Rafael Gomes. Aos 12 minutos, Pintado cobrou falta perigosa e Fofão que estava adiantado conseguiu se recuperar e de mão trocada jogou para escanteio.

Léo aos 23 minutos recebeu belo passe de Wellington Abreu na melhor oportunidade do Taboão na partida. O jogador que entrou no segundo tempo bateu consciente com o lado de dentro do pé e Thiago defendeu com as pontas da luva. Cerca de dez minutos depois, o zagueiro Wagner do Marília chegou a fazer um gol, mas foi pego em posição de impedimento e o feito foi anulado.

Quando o cronômetro da partida assinalou 40 minutos o Marília começou a atacar com mais força. Tentava de todas as formas fazer o primeiro gol. E conseguiu. Em jogada de bola parada, o lateral, Pintado bateu para o gol, a bola desviou por duas vezes e confundiu o goleiro Fofão que não conseguiu impedir que a bola fosse às redes. O juiz deu o gol para o atacante Reinaldo que estava no lance, isso aos 46 minutos.

Um minuto depois Rafael Gomes ampliou o placar. Ele recebeu passe e chutou por duas vezes para vencer o goleiro e definir a vitória e os três primeiros pontos ao Marília Atlético Clube. Após o gol, dois minutos depois o árbitro encerrou a partida.

FICHA TÉCNICA

Marília 2 x  0 Taboão da Serra

Árbitro: Valdir Aparecido Montrazio;
Assistentes: Samuel Brunhara Nonato e Vitor Salzani;
Quarto árbitro: Rogério Gustavo Garcia;
Local: estádio Bento de Abreu Sampaio Vidal, Marília;
Data: sábado, dia 04 de fevereiro, às 19h.

Marília: Thiago; Felipe (David), José Felipe (Wagner), Henrique e Jefferson; João Gabriel, Márcio Luiz (Pedrinho), Milton e Ricardinho; Reinaldo e Rafael Gomes.
Técnico: José Galli Neto.

Taboão da Serra: Leandro; Wellington Marinho, André Luiz, Wellington e Samuel (Ricardo Silva); Douglas, Rodrigo(Leonardo), Fábio (Nandinho) e Wellington Abreu; André Paulista e Leandro Matias.
Técnico: Moisés Macedo.

Gols: Reinaldo (MAC), aos 43’ e Rafael Gomes (MAC), 45’ do segundo tempo.

CA: João Gabriel (MAC); André Luiz, André Paulista e Rodrigo (TAB)

Por Gilmar Júnior

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online