Home » Sociedade, Todas as notícias » TV Record: UPA Akira Tada estaria reutilizando seringas em pacientes denuncia funcionária; Prefeitura nega

TV Record: UPA Akira Tada estaria reutilizando seringas em pacientes denuncia funcionária; Prefeitura nega

Da redação do Taboão em Foco

Uma matéria da TV Record revelou nesta segunda-feira (17) que a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) Akira Tada, no Jardim Helena, está reaproveitando o uso de seringas descartáveis. Em nota, a prefeitura diz que desconhece a falta dos materiais e ressalta os investimentos na área da saúde.

UPA Taboão da Serra é uma das unidades de saúde gerida pela SPDM.

UPA Taboão da Serra é uma das unidades de saúde gerida pela SPDM.

Conforme consta a reportagem, uma funcionária, que preferiu não se identificar gravou um vídeo que supostamente é do interior da unidade de saúde. Nas imagens é possível ver que faltam medicamentos na unidade, bem como as seringas. “A seringa é o carro chefe do hospital. Sem a seringa não tem como a gente preparar e administrar as medicações. Estamos vivendo de doações de seringas”, afirmou. Segundo a funcionária, a administração do hospital fornece uma pequena quantidade de seringas e com a recomendação de que deve-se economizá-las.

“Tem muito paciente que é alérgico a Dipirona, a Profenid e essa mesma seringa é usada. E essa seringa é usada, para todas as medicações. Porque tem que economizar”, denuncia a mulher. Outras imagens revelam que falta algodão e gaze, ambos frequentemente utilizando durante os procedimentos médicos, além de no banheiro conter roupas de pacientes jogadas no chão e recepção lotada fazendo que pacientes demorassem até 3 horas para serem atendidos.

Assista ao vídeo da reportagem clicando AQUI.

Confira a nota oficial emitida pela prefeitura:

Taboão da Serra é um dos municípios que mais investiu em Saúde  Pública nos últimos anos. Somente para a construção e abertura do Pronto Atendimento Dr. Akira Tada (UPA), foram investidos R$ 5,8 milhões e a Prefeitura ainda gasta cerca de R$1,2 milhão mensais, de recursos próprios, para manter a unidade em funcionamento e atender aproximadamente 15 mil pacientes/mês.

Entre as reformas nos Prontos Socorros do município (Antena e Pronto Socorro Infantil), foram gastos R$ 4,9 milhões, para melhorar o atendimento, aumentar o número de leitos e oferecer estrutura ideal aos mais de 35 mil pacientes atendidos por mês. Vale lembrar que todas as Unidades Básicas de Saúde passaram por reformas e adequações e três novas UBSs estão sendo construídas pelo governo municipal.

A UPA de Taboão da Serra é a única em funcionamento no oeste da região metropolitana, o que gera grande demanda, pois cerca de 30% dos atendimentos são para pacientes de outros municípios, que procuram a saúde de Taboão da Serra pela qualidade no acolhimento.

A Prefeitura de Taboão da Serra desconhece a falta de materiais ou medicamentos que estejam comprometendo o atendimento na UPA ou em qualquer uma de suas unidades.

3 Responses

  1. claudio sousa disse:

    Minha esposa foi ser atendida na upa da caxangá nessa ultima sexta-feira 15/04/2017 e eu pude observar claramente que a seringa utilizada não foi descartada e foi colocada de lado pelo funcionário da upa e a própria agulha foi descartada ; só que em uma caixa toda aberta (para facilitar depois a retiradas das agulhas também para reaproveitamento. O caso é de extrema falta de responsabilidade e tem que se tomar uma medida extrema e processar o prefeito e demais envolvidos inclusive com pedido de impeachment por improbidade e irresponsabilidade administrativa.

  2. Firmino Souza disse:

    A se confirmar este absurdo, o fato é que, a esta altura, muitos moradores do Taboão estão condenados à morte por infecção de AIDS, hepatites e outras doenças. E aí pergunto: Não é o caso do Ministério Público abrir um inquérito civil para apurar isso?! Afinal não é um crime contra a saúde pública, de consequências desconhecidas?!

  3. Gomes disse:

    A divulgação da Record é a mais pura verdade, não existem insumos básicos no municipio na área da saúde, falta desde sabonete líquido para lavar as mãos até medicamentos, álcool 70%, seringas, gaze, kit diabetes, ambulâncias caindo aos pedaços etc., uma vergonha completa. E ainda tem vereador que aparece defendendo um gestão destas?

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online