Home » Todas as notícias » Vereadores criticam João Dória por escassa atuação da PM em Taboão; Capitão também vira alvo

Vereadores criticam João Dória por escassa atuação da PM em Taboão; Capitão também vira alvo

Por Samara Matos, no Jardim Helena

#ATUALIZADA PARA CORREÇÃO

Durante a sessão de terça-feira (23), os vereadores aproveitaram seus discursos em tribuna para cobrar a presença mais ostensiva da Polícia Militar em Taboão da Serra e não pouparam críticas ao governador João Dória (PSDB). O capitão da PM Casagrandi, responsável pelo policiamento na região central do município também foi alvo de críticas por não ter ido a uma reunião organizada por um vereador para discutir segurança.

As primeiras críticas vieram com o presidente Marcos Paulo (PPS), que enalteceu o trabalho da Guarda Civil Municipal (GCM) e cobrou aumento do efetivo da PM.

Trabalho da Polícia Militar em Taboão da Serra é alvo de crítica dos vereadores.

“Vou fazer um requerimento e espero ter a assinatura de todos os vereadores  para que possamos cobrar o governador do Estado de São Paulo, João Dória. Governador esse, que eu votei e tem dito que tem um compromisso com segurança pública. Mas, não adianta falar de boca que tem compromisso e deixa [apenas] três viaturas da Polícia Militar para fazer a ronda em Taboão da Serra. Deixando a gloriosa Guarda Municipal com mais de vinte viaturas trabalhando e sobrecarregando os nossos heróis de farda azul. Se o Dória não anda em Taboão, nós andamos e somos cobrados”, discursou Marcos Paulo.

Ao tratar da questão da segurança, o vereador Ronaldo Onishi (SD) também fez críticas ao governador e não poupou o comandante da 4ª Cia da PM, Capitão Casagrandi.

“Devemos perguntar aos Comandantes [da PM] da 4ª Cia e da 2ª Cia quantas viaturas estão baixadas e quantas estão realmente rondando em nossa cidade?. E diga-se de passagem, não são por culpa deles que essas viaturas não estão nas ruas. É porque o Estado não está dando condições para que elas possam rodar”, diz Onishi.

Que acrescentou. “Não posso deixar de registrar a minha indignação pela falta de respeito do Capitão Casagrandi, que foi informado da nossa reunião, e se quer – até o presente momento – justificou a ausência. Capitão, tenha respeito com os moradores do Jardim Maria Rosa, tenha respeito com esse parlamento, essa conduta será cobrada”, diz.

Outros vereadores como Eduardo Nóbrega (PSDB), Priscila Sampaio (PRB) e  Érica Franquini (PSDB) cobraram também a responsabilidade do Estado na questão da segurança em Taboão da Serra.

PROJETOS APROVADOS 

A Câmara também aprovou na mesma sessão três projetos de lei, de autoria dos vereadores, o vereador André Egydio (PSDB) apresentou o projeto de lei 2295/2018, considerando a possibilidade de estender o período de intensificação do programa de incentivo ao aleitamento materno, agora, a data comemorativa será todo a extensão do mês de agosto, a ser comemorado anualmente. Outra lei que dá nome a uma rua no Jardim Record, de autoria do Ronaldo Onishi, e o outro dá nome a uma “Alameda” no Jardim das Margaridas, do vereador Cido (DEM).

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentario

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online