Home » Política, Todas as notícias » Vereadores Lune, Porta e Lopes trocam ofensas e acusações e sessão é suspensa por uma semana

Vereadores Lune, Porta e Lopes trocam ofensas e acusações e sessão é suspensa por uma semana

Por Allan dos Reis, no Jardim Helena

Um bate-boca cheio de ofensas entre os vereadores Luiz Lune (PC do B), Marco Porta (PRB) e Eduardo Lopes (PSDB) fez a sessão desta terça-feira (12) na Câmara Municipal de Taboão da Serra ser adiada por uma semana. Ela será retomada apenas às 8h da próxima terça (19). Neste período, a discussão gira em torno de uma possível quebra de decoro.

Logo após a nomeação dos cinco membros da CPI, alguns vereadores subiram a tribuna para defender ou atacar a criação da comissão. Na vez do vereador Lune, ele começou atacando. “Em vereador ruim eu não gosto de bater como no Marco Porta”, mas disparou a sua metralhadora verbal. “O senhor não é candidato e quer tentar garantir um carguinho [ao defender a CPI]”, reforçou.

Lune Lune ataca o vereador Marco Porta, que responde e pede punição ao parlamentar.

Lune Lune ataca o vereador Marco Porta, que responde e pede a punição ao parlamentar.

Sem citar diretamente o nome, Lune insinuou que o presidente da CEI teria pedido um “apartamento” ao presidente da cooperativa, alvo da comissão. “Eu tenho um amigo que disse assim: não tenho aonde morar, eu não quero dinheiro, só quero um apartamento para morar”, contou em forma de parábola. “Quando o seu Aprígio for convocado, aqui nessa cadeira, quero ver o sujeito (vereador) derreter aqui. Sou testemunha”, ameaçou.

Foi então que o vereador Porta voltou à tribuna e partiu para o ataque. “[Lune] é uma pessoa com telhado de vidro ao extremo e nós o preservamos porque é o nosso colega. Tem uma série coisas. E mais, de uma sessão secreta, porque ele já mereceu. Eu quero pedir novamente – e já tem a minha assinatura – para abrir uma CEI aqui para apurar irregularidade do [projeto de esportes] Segundo Tempo. Esse rapaz era o gestor da pasta [enquanto foi secretário de esportes]” disse.

Em seguida, ele cobrou uma postura mais firme dos outros vereadores. “Na minha opinião a gente deveria ter ensinado como funciona o parlamento. […] Os senhores foram complacentes com ele”, reforçou Porta.

Eduardo Lopes rebateu a insinuação e acusou o vereador de corrupção durante sua gestão como secretário de esportes no governo anterior.

Eduardo Lopes rebateu a insinuação e acusou o vereador de corrupção durante sua gestão como secretário de esportes no governo anterior.

Depois foi a vez do vereador Lopes se defender e atacar. “O Lune insinua contra dois pastores. O senhor insinua coisas sem fundamentos e sem provas. Quero ver quem vai derreter aqui. Vamos mostrar o lado criminoso de quem comandava a pasta [secretaria de esportes na gestão Evilásio Farias]”, respondeu.

Logo em seguida, Marco Porta entrou com um pedido de sessão secreta, que não foi analisada pelos parlamentares. Após uma longa reunião dos líderes, o vereador Eduardo Nóbrega (PSDB) sugeriu o “adiamento da discussão” por uma semana para que os ânimos sejam controlados.

One Response

  1. Renata Giovanni disse:

    Nossa,pedir um apartamento para não ter CPI…. Será que ele também foi na passeata anti-corrupção para tirar uma selfie e postar ,como outros políticos do mesmo naipe fizeram??

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online