Home » Esporte, Cultura e Lazer, Todas as notícias » Viola faz dois gols e CATS mantém invencibilidade na Quarta Divisão

Viola faz dois gols e CATS mantém invencibilidade na Quarta Divisão

Por Gilmar Júnior, no Jardim Maria Rosa

A partida se encaminhava para uma provável vitória da Portuguesa Santista por 2 x 0 quando o veterano Viola, aos 46 anos, marcou duas vezes e impediu a derrota do Clube Atlético Taboão da Serra, neste sábado, dia 9, em jogo válido pela quarta rodada do quarta divisão do Campeonato Paulista. Com o empate o CATS chega a seis pontos ganhos e segue sem perder na competição.

Sob um sol forte que encobria a Grande São Paulo no início da tarde, a partida começou com domínio da Portuguesa Santista que fez boas trocas de passes e alternava as jogadas em chutes de fora da área e lançamentos longos. Em um deles, o zagueiro do CATS Pirulito falhou, o atacante da Portuguesa cruzou e Guilherme marcou o seu primeiro gol na partida, aos 24 minutos. Aos 40 minutos Guilherme ampliou após boa troca de passes entre o veterano Ricardinho e Moacir, este último em posição duvidosa, gerando protestos por parte da equipe taboanense.

Viola marca duas vezes e Taboão empata com a Portuguesa Santista. (Foto: Alberto Ferreira / Assessoria Portuguesa Santista)

Viola marca duas vezes e Taboão empata com a Portuguesa Santista. (Foto: Alberto Ferreira / Assessoria Portuguesa Santista)

Na volta do intervalo, o ex-lateral do Corinthians e treinador do CATS tirou o camisa 10, Peter e colocou Ramon que deu maior mobilidade a equipe. Após um lance polêmico em que Viola foi derrubado na área e que o juiz não marcou o pênalti, o Taboão cresceu no jogo. Aos 34 minutos Viola complementou para o fundo das redes após passe de Bruninho em jogada construída pela esquerda. Aos 45 do segundo tempo Viola subiu sozinho entre a zaga adversária e marcou segundo dele no jogo e o terceiro na competição.

Depois de marcar dois gols, Viola entrega flores às mães que assistiram ao jogo.

Depois de marcar dois gols, Viola entrega flores às mães que assistiram ao jogo.

Em seu próximo compromisso, os comandados do treinador Rogério Fidelis viajam ao ABC Paulista para enfrentar o E.C. São Bernardo na próxima sexta-feira (15) às 15h.

“Arbitragem foi péssima”, declara o presidente do CATS

O dirigente maior do CATS, Anderson Nóbrega, exaltou o trabalho feito por Viola, mas admite que o resultado poderia ter sido outro se não fosse a arbitragem. “Teve dois ou três pênaltis claros para o Taboão, inversão de falta, o que atrapalha o emocional da molecada”, disse. Já o autor dos gols e capitão, Viola, afirmou que não tem o que reclamar da arbitragem, assim como o treinador Rogério, que afirmou que foi lances normais de jogo e que sempre vão ocorrer lances que serão contestados.

Ricardinho, ex-Taboão, revela mágoa com dirigente taboanense

Após lamentar o empate do Taboão, o meia-esquerda Ricrdinho, que quase conseguiu o acesso à série A-3 em 2014 com a camisa do Taboão disse que ocorreram problemas com a diretoria. “Espero que eles tenham a honestidade de vir conversar e resolver coisas pendentes. Eu vim aqui e dei o meu melhor. É triste, você combina uma coisa e depois por causa de um acesso que não vem…”. Questionado sobre isso, Nóbrega disse que não foi conversar com Ricardinho por que estava trabalhando durante o jogo.

FICHA DO JOGO

CATS: Luis; Felipe Chavão (Lucas), Pirulito , Gustavo e Gabriel; Victor Hugo (Renan), Bruninho, Rodrigo e Peter (Ramon); Viola e Fabrício Carvalho; Técnico: Rogério Fidelis;

Portuguesa Santista: Gustavo, Ítalo, Guilherme Bob, Cocada e Felipe; Joebel, Vinicius, Stéfano (Juliano) e Ricardinho, Guilherme e Moacir (Claudio Bala). Técnico: Sérgio Roberto Silva

Cartões: Victor Hugo, Luiz e Fabrício Carvalho (CATS);

Árbitro: André Luis Riquena;

Assistentes: Osvaldo Apipe de Medeiros e Fabio Banciella de Salles;

Quarto árbitro: José Guilherme Almeida Souza

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online