Home » Política, Todas as notícias » Votação do orçamento de 2013 emperra e pode afetar 1º ano do governo Fernando

Votação do orçamento de 2013 emperra e pode afetar 1º ano do governo Fernando

Por Allan dos Reis, direto da Redação

A segunda votação da peça orçamentária para o ano de 2013, prevista para acontecer em sessão extraordinária realizada na manhã desta quinta-feira, dia 27, não aconteceu por falta de quórum. A sessão chegou a ser aberta com oito vereadores, mas na hora da votação apenas seis estavam em plenário, o que impediu a votação. Em seguida a sessão foi suspensa e vai ser retomada às 10h desta sexta (28).

Caso não seja votado até o dia 31, o prefeito eleito Fernando Fernandes (PSDB) terá problemas para governar já que terá que trabalhar com o mesmo orçamento deste ano. Apesar de a peça orçamentária ser idêntica a deste ano, Fernandes não poderá remanejar até 50% do orçamento, tido como o grande trunfo para colocar em prática os seus projetos de campanha. Sem a votação, ele vai poder remanejar apenas 25%, o mesmo que o prefeito Evilásio Farias (PSB) tem direito atualmente.

“Se não votar amanhã (dia 28), ai a Câmara na vota mais. E é extremamente complicado e o prefeito [Fernando Fernandes] vai ter problemas para governar”, afirma o vereador Paulo Félix (PMDB), que preside a Comissão de Finanças e Orçamentos.

Já o vereador Olívio Nóbrega (PR) foi menos cético em relação à votação. “Agora que nós fechamos a dotação orçamentária. Amanhã (28) a gente vota”, garante.

A reportagem do Taboão em Foco ligou nos celulares de quatro vereadores que não participaram da sessão e, curiosamente, todos estavam desligados.

Já curtiu o Taboão em Foco no Facebook?

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online