3 mortes e 1 ferido neste sábado na BR-116

sociedadeSó neste sábado, dia 15, a Rodovia Régis Bittencourt (BR-116) registrou pelo menos 3 mortes e um ferido grave em envolvendo atropelamentos e colisões de veículos. Durante a madrugada  uma pessoa foi atropelada por um carro e morreu na chegada ao centro de Taboão da Serra (km 269).  O acidente aconteceu por volta das 5h40. Um pouco mais cedo uma colisão entre moto e carro matou os dois ocupantes da moto. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o motorista do carro fugiu do local sem prestar socorro.

Já no meio da tarde, um senhor foi atropelado ao tentar atravessar a rodovia na altura do Km 283, quase na divisa entre Embu e Itapecerica da Serra. O que chama a atenção é que 50 metros antes do acidente há uma passarela para travessia. Próximo ao acidente ocorrido em Taboão também há uma passarela.

Por Allan dos Reis

Com informações do G1

0 comentário em “3 mortes e 1 ferido neste sábado na BR-116”

  1. Queridos,

    vamos parar com esse negócio de colocar a culpa na vítima. 4h50 não é recomendável atravessar a BR pelas passarelas. Está escuro e deserto, as câmaras da GCM devem estar ligadas, mas alguém já ouviu falar de assaltos em passarelas impedidos por essa vigilância 24h?

    As passarelas são acrives fortes, i.é, subidonas impróprias para pessoas idosas e outras nem tanto com problemas respiratórios, cardíacos ou com locomoção limitada.

    E 40 ou 50 metros para ir até a passarela + o percurso da própria passarela + 50 metros para voltar ao ponto em que se queria chegar é uma grande caminhada, os pedestres podem não querer ou não poder, ambas limitações que fazem parte de seus direitos civis, ao que se saiba.

    Eu sei, eu sei, eu sei, o atropelado tinha 19 anos! Não sei, nem me é informado, se o Palio estava no limite de velocidade permitido no trecho (80k / h), mas corria bastante uma vez que um rapaz de 19 anos não conseguiu se esquivar e foi pego de frente voando por sobre o capô.

    Não se tem idéia do peso que tem nesta tragédia a falta de sinalização de limite de velocidade, a ausência de listas no solo que indiquem que o motorista está no centro de uma cidade, não existir maior número de semáforos naquele ‘triangulo das bermudas’, i.é, frente aos prédios e centro empresarial que alteraram para pior o trânsito na BR naquele trecho.

    O Portal continua fazendo a enquete sobre a municipalização da Régis e mais pessoas dizem não. Não acredito que a PMTS tenha condições de administrar bem a rodovia no trecho urbano de TS, ‘como se fosse uma avenida’, dizem.

    Isto porq não dá pra culpar sempre as vítimas pelos acidentes. Nem o destino pelas decisões temerárias das autoridades. E nem a imprudência da população no lugar da incúria do governo.

    José Sudaia Filho
    blogdosudaia.blogger.com.br

  2. Abusando de sua paciência,

    outro detalhe q passou despercebido é como o automóvel num trecho bem iluminado e na pista central, pegou o rapaz de frente e, mesmo estando na pista central, não pode desviar !?

    Claro que, tendo o carro ficado ‘completamente destruído’, conforme a Polícia Rodoviária Federal, citada no Portal, ninguém ia querer que ele prestasse alguma informação, mesmo q para fins estatísticos, naquela hora.

    O repórter do Portal que cobriu o acidente nos diz em outra matéria que ‘A vítima teria tentado voltar quando avistou o carro, mas não conseguiu’ ainda segundo a PRF.

    ‘O motorista, que não teve sua identidade revelada, ainda tentou frear’, afirmativa da qual não se pode duvidar, porq descritas provavelmente por amigos da vítima. ‘Amigos da vítima ainda tentaram socorrer o jovem, mas ele morreu no local.’

    Em outra descrição o repórter diz porq não incluiu mais fotos na matéria: ‘a cena é chocante. O motorista que atropelou o rapaz está em choque. Amigos e familiares choram.’

    Muito bem, a matéria quer poupar o leitor da fotografia da tragédia. O fato do motorista estar em choque eu, por exemplo, não gostaria de ver.

    Mas a matéria também quer, nitidamente, nos fazer crer q o rapaz era uma pessoa imprudente porq, conclui ‘A menos de 40 metros do local, existe uma passarela e um pouco mais adiante, existe um farol e faixa de pedestre.’

    Caros amigos, atropela-se, colide-se, mata-se e se é morto naquele trecho porq as autoridades de TS, numa contenda absurda com a concessionária da BR, não estabelecem um diálogo com a diretoria desta no sentido de melhorar a segurança dos pedestres, motoqueiros e motoristas naquele trecho, uma vez que parte da segurança na Rodovia é responsabilidade do município, nem que seja para denunciar, exigir e cobrar providências da OHL !!

    A mídia nessa história age como um amortecedor social banalizando o atropelamento, cobrindo o fato com parcialidade e dirigindo nossa atenção para circunstâncias q nos levam a concluir pela imprudência da população.

    O pior é que essa visão de povo descuidado / inconsequente x governo zeloso / competente vai ecoando nos outros veículos de comunicação da cidade num efeito dominó.

    Ainda bem que, como diz um vereador, pouca gente lê jornais, inclusive na internet, em TS. Assim como pouca gente presta atenção antes de atravessar a rodovia fora do lugar permitido. Os primeiros, apenas perdem tempo, mas os segundos, muitas vezes, a vida.

    José Sudaia Filho
    blogdosudaia.blogger.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.