5 dicas para evitar estresse na reta final dos estudos ao ENEM

Direto da redação

Elisângela Ribeiro, coordenadora do curso de Psicologia da Faculdade Anhanguera de Taboão da Serra, orienta estratégias e técnicas para lidar com as emoções  

Com a proximidade das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), a ansiedade e o estresse podem aumentar entre os estudantes. No entanto, é essencial manter a calma e evitar desequilíbrio emocional na reta final dos estudos.

De acordo com a coordenadora do curso de Psicologia da Faculdade Anhanguera de Taboão da Serra, Elisângela Ribeiro, o estresse crônico pode prejudicar a função cognitiva, afetando a capacidade de concentração, memória e tomada de decisões. “Estudantes que se encontram em estado de estresse elevado têm maior probabilidade de cometer erros simples e esquecer informações importantes. Ao evitar, você pode otimizar seu desempenho cognitivo, o que é fundamental para o sucesso no ENEM”, explica.

Para auxiliar os estudantes a lidar melhor com as emoções próximo à prova e priorizar a saúde mental e o bem-estar a fim de conquistarem um melhor desempenho nas provas, a professora Elisângela Ribeiro, elencou cinco dicas para esse momento, assim como técnicas para lidar melhor com o estresse, confira.

  1. Organize um cronograma realista. Crie um cronograma de estudos que leve em consideração o tempo que resta até o exame. Evite a sobrecarga e distribua seus estudos de maneira equilibrada. Estabeleça metas diárias ou semanais alcançáveis e reserve tempo para revisões. Ter um plano bem estruturado pode reduzir a sensação de urgência e ansiedade.
  2. Mantenha uma rotina de autocuidado. Isso inclui dormir bem, fazer exercícios, manter uma alimentação saudável e dedicar tempo a atividades de lazer. O sono é especialmente importante para a consolidação da memória e o desempenho cognitivo. Evitar o estresse envolve manter o corpo e a mente em equilíbrio.
  3. Use técnicas de gerenciamento do tempo. Aprenda a gerenciar seu tempo de estudo de forma eficiente. Utilize a técnica Pomodoro, por exemplo, que envolve períodos de estudo concentrado seguidos por breves pausas. Isso ajuda a manter o foco e a evitar a exaustão. Além disso, defina prioridades e concentre-se nos tópicos mais importantes.
  4. Evite comparação excessiva. Tente não comparar seu progresso com o de outros estudantes. Cada pessoa tem seu próprio ritmo de aprendizado e estratégias de estudo. A comparação constante pode gerar ansiedade. Em vez disso, concentre-se em seus próprios objetivos e no progresso que você está fazendo.
  5. Pratique a respiração profunda e a meditação. Essas técnicas são excelentes maneiras de reduzir o estresse e a ansiedade. Reserve alguns minutos todos os dias para praticar a respiração profunda e a atenção plena, assim como nos dias das provas. Isso ajuda a acalmar a mente e a manter o estresse sob controle.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.