loader-image
temperature icon 22°C

Após assaltos, sindicato dos motoboys pede troca de mochilas de app por baús

Compartilhar notícia

Por Samara Matos, na redação 

O Sindicato de Mensageiros, Motociclistas, Ciclistas e Mototaxistas de São Paulo (Sindimotosp) divulgou um manifesto solicitando às empresas de aplicativos o uso de baús ao invés de mochilas e bags para transporte de entregas.

A medida visa diminuir atuação de falsos entregadores, que estão praticando assaltos na capital. “O pânico se instalou, pois os falsos motoboys estão com as armas em punhos assaltando os cidadãos de bem, e as empresas de apps estão desesperadas”, diz a nota.


O sindicato salienta que o uso dos baús é determinado pelas Leis Federais nº 12.009, nº 12.997 e nº 12.436; e a Lei Municipal nº 14.491, que regulamentam o exercício da profissão.

Criminosos têm se disfarçado de entregadores de aplicativos como iFood, Rappi e Loggi para praticar roubos a mão armada e levar dinheiro, celulares e relógios de pedestres ou passageiros de veículos em todos os bairros de São Paulo, incluindo o município de Taboão da Serra.

A criminalidade aumenta dia a dia. Infelizmente, muitos bandidos estão travestidos de “Entregadores” e prejudicam os guerreiros das motocas, aqueles Entregadores explorados pelas empresas de aplicativos. O pânico se instalou, pois, os falsos motoboys estão com as armas em punhos assaltando os cidadãos de bem, e as empresas de Apps estão desesperadas”, escreveu o sindicato em seu site no dia 29 de abril.

A organização também sugere que as entregas possam ser realizadas somente por motociclistas cadastrados na prefeitura, o que levaria a função de entregador a fazer parte da categoria profissional de motofrete.

Veja também