loader-image
temperature icon 22°C

Câmara adia votação das contas de 2004 do ex-prefeito Fernando Fernandes para Maio

Compartilhar notícia

Câmara em Números
Foto: Arquivo TF

A sessão legislativa na Câmara Municipal de Taboão da Serra na noite de terça-feira, dia 19, adiou mais uma vez a votação das contas do ex-prefeito Fernando Fernandes (PSDB) referente ao exercício de 2004. Um pedido de vistas por 10 dias do vereador Alexandre Depieri (PSB) foi aprovado, com placar de 7 a 6, e prorrogou a votação para o início mês de Maio. Os vereadores Carlos Andrade (PV), Valter Paulo (PSB), Natal (PP), Olívio Nóbrega (PR), Eloi (PMDB) e Paulo Félix (PSDB) votaram contra o pedido de vistas.

Nem mesmo o intervalo regimental 2h25m acalmou o ânimo dos parlamentares. Outros pequenos intervalos ocorreram durante a sessão.

A confusão toda se deve a decisão de uma juíza que anulou a sessão ocorrida em 2007 que rejeitou as contas do Fernandes, que, diga-se, tem parecer favorável do Tribunal de Contas de São Paulo.

Como a câmara recorreu a essa decisão, parte dos vereadores entende que só deve haver nova votação após decisão do Tribunal de Justiça e que o projeto deveria ser retirado da pauta.

“Entendo que o plenário tem autonomia para retirar a pauta. Em 2007 a câmara tomou uma decisão [rejeitou] e recebeu da juíza a anulação da decisão, mas a câmara já recorreu”, diz o petista Wagner Eckstein.

Já o relator do projeto que solicita a aprovação das contas, o líder e peessedebista, Paulo Félix, a votação pautará o clima da campanha a prefeitura em 2012.

“O Tribunal de Contas aprovou por unanimidade. Essa votação vai simbolizar o espírito da campanha em 2012”, defendeu Félix.

A sessão finalizou às 23 horas e 48 minutos.

Por Allan dos Reis

Veja também