loader-image
temperature icon 26°C

“A população acredita na ouvidoria”, diz Capitão Lener, o novo ouvidor de Taboão

Compartilhar notícia

Capitão Lener é o novo ouvidor-geral de Taboão da Serra. (Foto: Divulgação)
Capitão Lener é o novo ouvidor-geral de Taboão da Serra. (Foto: Divulgação)

A prefeitura de Taboão da Serra já tem um novo ouvidor-geral. É o ex-prefeito de São Lourenço da Serra, Lener do Nascimento Ribeiro, conhecido como Capitão Lener. Ele começou a trabalhar oficialmente nesta quinta-feira, dia 1 de Dezembro, e já fez uma série de elogios ao trabalho “modelar” da ouvidoria.

“É uma ouvidoria exemplar. Um ‘case’ de sucesso que serve de exemplo para outras cidades do Brasil. A população acredita na ouvidoria. E é evidente que isso é resultado do trabalho [exercido na ouvidoria desde 2005]. Eu estou muito animado, com muito gás”, diz Lener, que também elogiou a equipe que compõe a pasta.

Sobre as críticas feitas pelo ex-ouvidor, Dr. João Melo, que acusou alguns secretários de não responderem aos questionamentos da ouvidoria, Lener acredita que tenha sido “algo pontual” e que nos próximos dias, junto com o prefeito Dr. Evilásio (PSB), deve conversar com todos os secretários do governo.


Em conversa com o ex-ouvidor, que pediu demissão do cargo, Lener diz ter recebido elogios por sua “neutralidade e por ter um trabalho exemplar na política”.

Sobre os relatórios que a prefeitura devia publicar mensalmente como determina a lei, o novo ouvidor promete verificar os motivos que fizeram eles não serem publicados e dará o máximo de transparência possível, sem que o sigilo das pessoas seja posto em cheque.

DESILUSAO POLÍTICA

Capitão Lener, 54 anos, foi eleito pelo Democratas (DEM) – em 2008 – prefeito de São Lourenço da Serra, cargo que já havia ocupado outras duas vezes, e renunciou ao mandato no dia 24 de Novembro de 2010 alegando existir uma “associação criminosa” na política daquele município. Atualmente ocupava um cargo no gabinete do vereador Gilberto Natalini (PV), na capital paulista.

Hoje sem filiação partidária, ele diz que prefere trabalhar nos bastidores e que nunca mais vai disputar uma eleição. Sua esposa, Izabel Ribeiro, é filiada ao PTB e deve disputar um cargo na câmara de Taboão nas eleições de 2012.

Por Allan dos Reis

Veja também