‘Celular Seguro’: governo lança app para bloquear celulares roubados

Direto da redação

O app Celular Seguro, solução oficial do governo federal para bloquear celulares roubados, furtados e perdidos, foi lançado oficialmente nesta terça-feira (19). O programa permite que aplicativos, números e o próprio aparelho sejam protegidos com poucos toques, agilizando a notificação sobre o crime para operadoras, bancos e outros prestadores de serviço.

O app foi desenvolvido pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) em parceria com a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) e instituições do país e está disponível para Android e iOS e também na web. É justamente essa integração que, na promessa do governo, ajuda no bloqueio universal dos celulares roubados, travando desde o IMEI até aplicativos bancários, números de celular e outros sistemas.

Vinculado à conta gov.br, o Celular Seguro também tem uma versão para computador. A recomendação, claro, é que o app seja instalado tanto no próprio aparelho do usuário quanto em outros dispositivos (seus ou de seus familiares, por exemplo), que são usados para realizar o bloqueio em caso de roubo. O software também tem um sistema de pessoas de confiança, que devem ser registradas para bloqueio dos dispositivos.

A promessa do governo é que os dados de furtos e roubos cadastrados no aplicativo serão compartilhados com operadoras de telefonia e serviços financeiros para a realização dos bloqueios. O MJSP, entretanto, lembra que o uso do Celular Seguro não substitui boletins de ocorrência, com os cidadãos ainda precisando procurar as autoridades policiais para registrar o crime.

Como usar o Celular Seguro

Antes de registrar uma ocorrência é preciso cadastrar o celular em sua conta. Feito isso, para bloquear um dispositivo pelo app do governo federal, siga os seguintes passos:

  1. Acesse celularseguro.mj.gov.br ou baixe o app Celular Seguro BR (Android | iOS);
  2. Faça login e clique em “Registrar ocorrência”
  3. Clique em “Meus telefones” (caso seja o dono do aparelho roubado) ou “Telefone de Confiança” (se o aparelho for de um contato conhecido);
  4. Na lista, selecione o celular que será bloqueado e clique em “Alerta”;
  5. Preencha os dados solicitados, com data, hora, estado, cidade e o tipo de situação que levou à perda do aparelho;
  6. Clique em “Emitir” e anote o número de protocolo.
App Celular Seguro, do governo federal, compartilha registro de roubos de smartphones com a Anatel, bancos e outras instituições para bloqueio imediato dos aparelhos (Imagem: Divulgação)
App Celular Seguro, do governo federal, compartilha registro de roubos de smartphones com a Anatel, bancos e outras instituições para bloqueio imediato dos aparelhos (Imagem: Divulgação)

Após o registro, as instituições ligadas ao app Celular Seguro serão notificadas para que o bloqueio de números, IMEI, aplicativos e serviços seja realizado. Mesmo assim, vale a pena entrar em contato direto com as empresas para garantir a segurança dos dados após o roubo do smartphone.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.