Com reajuste do salário mínimo, MEI tem novo valor de contribuição mensal

Direto da redação

A contribuição mensal dos Microempreendedores Individuais (MEI) vai subir com o novo salário mínimo de R$ 1.412, em vigor desde 1º de janeiro.

Boletos com vencimento a partir do dia 20 de fevereiro, referentes a janeiro, estarão sujeitos ao novo valor.

O imposto cobrado sobre o MEI tem valor fixo, contudo o Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS-MEI) inclui um valor referente à contribuição da Previdência Social (INSS), que acompanha a variação do salário-mínimo.

Com teto de faturamento anual em R$ 81 mil, o MEI também é beneficiado com uma despesa de contribuição menor.

Valores

Com o Simples Nacional, são recolhidos juntos os impostos referentes a ICMS, ISS e a contribuição do INSS.

O cálculo da contribuição do MEI se dá por esses valores, variando por diferentes categorias. O valor é definido pela soma das tributações do INSS (5% do salário-mínimo em vigor), mais R$ 5 pelo ISS e R$ 1 pelo ICMS.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.