Deficiente visual é preso em Jarinu suspeito de estuprar enteado de 3 anos em Taboão da Serra

Direto da redação

Um homem foi preso em Jarinu (SP), nesta quarta-feira (26), suspeito de abusar sexualmente do enteado, uma criança de 3 anos. O crime ocorreu em julho 2021, na cidade Taboão da Serra. Ele confessou o crime.

Segundo a Polícia Civil, o homem era considerado foragido desde o dia do crime. Conforme o boletim de ocorrência, ele é deficiente visual e costumava ficar sozinho com duas crianças, enquanto a mulher com quem mantinha um relacionamento trabalhava.

O próprio suspeito, que tem 32 anos, ligou para a Polícia Militar e confessou o crime. Com a chegada dos policias, ele teria contado, de forma calma, que teria praticado o abuso, e ainda que teria se aproveitado de um momento em que ficou sozinho com a criança. Ele também disse que estava arrependido.

Após a confissão, ele e a mãe da criança foram levados à delegacia. No local, a mulher contou que estava com o suspeito havia um ano e meio, e que ele não tinha emprego. Ela também disse que a criança, após o ocorrido, teria pedido a ela que falasse para o padrasto que não cometesse novamente o ato sexual.

Não há informações se o suspeito foi liberado depois de prestar depoimento em 2021. Nesta quarta-feira (26), após a prisão, ele foi encaminhado para a Cadeia Pública de Piracaia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.