Dicas para o fim de semana: São João, AnimaEmbu e Teatro

DIA 17

baner fundo de palco

Show: “O Amor nos Tempos de Baden e Vinícius”

No inicio da década de sessenta, o poeta Vinícius de Moraes é apresentado ao violonista Baden Powell. A verdade é que daquele encontro saiu um grande cancioneiro, que compreende pelo menos cerca de cinqüenta números, que vai desde “Berimbau” e “Samba em Prelúdio”, desde então clássicos da Bossa, até a série de músicas inspiradas no folclore afro-brasileiro, que foi reunida em um disco conceitual, em 1966, pelo mítico selo Forma, de Roberto Quartin, sob o singelo nome de “Os Afro-sambas”. Para homenagear o cinqüentenário(1961-2011) de uma das parcerias mais importantes da música brasileira, a Cia Jazzcira de Repertório leva aos palcos o show “O Amor nos Tempos de Baden e Vinícius”.

Dia 17. 21h. Espaço Clariô – Local: Rua Santa Luzia, 96 – Centro – Taboão da Serra. Entrada: Gratuita. Censura Livre

.

DIA 18

.

animaANIMAEMBU

Embu das Artes apresenta o Animaembu Nippon Matsuri 2011 que inclui várias atividades, como shows das bandas NouHaw  e Tatsu, Festival de J-Pop e J-Rock  com bandas e malabarismo, teatro cosplay com grupo Hokage, ofcinas de mangá e origami. Também haverá Exposição de Orquídeas e Bromélias.

Dia 18. Das 9 às 23h. Local: Parque do Lago Francisco Rizzo (Rua Alberto Giosa, 320 – Centro – Embu das Artes). Ingressos Gratuitos. Censura Livre

.

PEÇA TEATRAL: URUBÚ COME CARNIÇA E VÔA!

Escritos crônicos e retratos da vida de um poeta pernambucano, negro, oriundo de MURIBECA, bairro periférico, que leva o mesmo nome do lixão em torno do qual o conjunto habitacional onde mora foi construído.

João Flávio Cordeiro, o MIRÓ DE MURIBECA, faz da poesia a maneira mais concreta de responder a violência sofrida e observada por ele cotidianamente.

Um artista intenso, crônico por natureza que, além dos escritos, traz no corpo e na palavra dita, uma visceralidade peculiar, que propõe novos olhares para um lugar onde “um sujeito pode bater no outro, só porque ele deu um riso!”, mas que, recheado de seu “alegrismo poético”, é capaz de colorir a tragédia e alçar vôos de celebração à vida.

Uma ponte, uma travessia até Miró, é o que o novo espetáculo do grupo Clariô propõe. Atravessando a palavra do poeta de corpo e órgãos, descobrindo musicalidades e gestos que traduzam/dialoguem seus ditos tão urbanos e sertanejos.

Dia 18. 21h. Espaço Clariô – Local: Rua Santa Luzia, 96 – Centro – Taboão da Serra. Entrada: R$ 5. Censura Livre

 

.

saojoao_divulga2ª FESTA DE SÃO JOÃO DE TABOÃO

Festa de São João com muito forró: Capa de Jornal, Rogério Dantas, Família Virgulino, Zezinho Barros, Garota Dengosa

Dia 18. A partir das 17h. Local: Praça Luiz Gonzaga – Jardim Pirajussara  – Taboão da Serra

 

.

DIA 19

.

ANIMAEMBU

Embu das Artes apresenta o Animaembu Nippon Matsuri 2011 que inclui várias atividades, como shows das bandas NouHaw  e Tatsu, Festival de J-Pop e J-Rock  com bandas e malabarismo, teatro cosplay com grupo Hokage, ofcinas de mangá e origami. Também haverá Exposição de Orquídeas e Bromélias.

Dia 19. Das 9 às 19h. Local: Parque do Lago Francisco Rizzo (Rua Alberto Giosa, 320 – Centro – Embu das Artes). Ingressos Gratuitos. Censura Livre

.

2ª FESTA DE SÃO JOÃO DE TABOÃO

Festa de São João com muito forró: Trio Agostinho, Desejo Quente , Alex e Celso Nery , Garotos do Pancadão, Chama Quente

Dia 18. A partir das 17h. Local: Praça Luiz Gonzaga – Jardim Pirajussara  – Taboão da Serra

.

cartazPEÇA TEATRAL: URUBÚ COME CARNIÇA E VÔA!

Escritos crônicos e retratos da vida de um poeta pernambucano, negro, oriundo de MURIBECA, bairro periférico, que leva o mesmo nome do lixão em torno do qual o conjunto habitacional onde mora foi construído.

João Flávio Cordeiro, o MIRÓ DE MURIBECA, faz da poesia a maneira mais concreta de responder a violência sofrida e observada por ele cotidianamente.

Um artista intenso, crônico por natureza que, além dos escritos, traz no corpo e na palavra dita, uma visceralidade peculiar, que propõe novos olhares para um lugar onde “um sujeito pode bater no outro, só porque ele deu um riso!”, mas que, recheado de seu “alegrismo poético”, é capaz de colorir a tragédia e alçar vôos de celebração à vida.

Uma ponte, uma travessia até Miró, é o que o novo espetáculo do grupo Clariô propõe. Atravessando a palavra do poeta de corpo e órgãos, descobrindo musicalidades e gestos que traduzam/dialoguem seus ditos tão urbanos e sertanejos.

Dia 19. 21h. Espaço Clariô – Local: Rua Santa Luzia, 96 – Centro – Taboão da Serra. Entrada: R$ 5. Censura Livre

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.