Do JT: Polícia Militar impede funk no Taboão (da Serra)

Por Camilla Haddad

Foto: Leonardo Soares/AE

funk_2

A Polícia Militar e a Guarda Civil Municipal de Taboão da Serra fizeram no domingo, 21, uma Operação Saturação na Rua Meier, no Jardim Record. Com a presença ostensiva dos policiais, não ocorreu o baile funk clandestino que é realizado na rua. Como mostrou a reportagem do Jornal da Tarde no sábado, 20, (leia aqui).

Na festa, além do uso de drogas e bebidas por crianças e adolescentes, ocorre também prostituição infantil. Para os moradores, o dia foi de tranquilidade. “Parece um sonho que não teve o pancadão e nem foi preciso sair de casa como faço todo domingo”, disse um vizinho da festa.

A Operação Saturação teve o apoio de 30 homens da PM e mais de 10 viaturas. Efetivos de outros batalhões, como Força Tática e Rondas Ostensivas com o Apoio de Motocicletas (Rocam) foram deslocadas para o local. Também estiveram na Rua Meier 30 homens da Guarda Civil de Taboão, no caso deles o principal objetivo era fechar os bares irregulares que vendiam bebidas alcoólicas para menores e que também eram usados como pontos de vendas de drogas – só que, bem antes das 17h de domingo, quando começou a operação, os donos destes estabelecimentos já sabiam da operação e baixaram suas portas. O capitão Jairo da Silva, do 36ª Batalhão, afirmou que a ideia era atender às inúmeras denúncias de perturbação de sossego na Rua Meier, que também é conhecida como ‘curvão’. Segundo o oficial, vários suspeitos foram revistados. Pare ele, pelo menos na data de ontem, o baile não deveria mais ocorrer.

Clique e Leia a matéria completa no site do JT.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.