Escolas da rede estadual voltam a operar presencialmente

Por Samara Matos, na redação

Desde esta quarta-feira (14), as escolas da rede estadual de São Paulo voltaram às atividades presenciais, seguindo determinação do governo do estado, que anunciou na semana passada o fim da fase emergencial do Plano São Paulo e a reclassificação para a fase vermelha.

As aulas presenciais não são obrigatórias e devem seguir as regras de segurança contra a covid-19, como limite de 35% de ocupação das salas, exigência da máscara, entre outros, mas mesmo assim a Secretaria Estadual da Educação acredita que pelo menos 500 mil estudantes voltem às salas de aula em todo o estado.

A prioridade de atendimento é para os alunos mais vulneráveis, ou seja, os alunos que têm necessidade de se alimentar na escola; os que possuem dificuldades de acesso à tecnologia e aqueles com a saúde mental em risco ou severa defasagem de aprendizagem.  A frequência presencial não vai ser obrigatória nessa fase e o ensino remoto será mantido, com aulas transmitidas diariamente pelo Centro de Mídias.

Apesar disso, as prefeituras podem decidir regras específicas para a volta das aulas presenciais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.