Ex-prefeito Fernando Fernandes deve ter CNH suspensa

Foto: IstoÉ – Março /2005

O Ex-prefeito de Taboão da Serra Fernando Fernandes Filho foi notificado, no mês de Janeiro, pelo Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (DetranSP) por ter cometido 16 infrações de trânsito em um período de 12 meses totalizando 80 pontos. Como ultrapassou o limite máximo de 19 pontos permitido pelo Código de Trânsito Brasileiro, ele deve ter a sua Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensa e perderá o direito de dirigir pelo período que varia de um mês a um ano. O prazo de 30 dias para efetuar a sua defesa deve estar prestes a expirar. A assessoria do ex-prefeito não soube informar se o ex-prefeito Fernandes entrou com recurso ou não.
Caso seja suspenso, independente do período, terá que passar por um curso de reciclagem de 30 horas.

Mais de R$ 1.900,00 em multas
Avançar sinal vermelho, conversão proibida, não usar cinto de segurança, transitar em locais destinados a pedestres (calçadas, passeios, passarelas, ciclovia ou gramado), transitar em faixas exclusivas e o desrespeito ao rodízio de veículos da cidade de São Paulo foram as infrações cometidas por Fernandes na condução de dois veículos.

Fernandes dirige muito pouco, diz sua assessoria
O Taboão em Foco conversou com a Assessoria do ex-prefeito Fernando Fernandes que confirma a notificação. Porém, fez questão de ressaltar que o Sr. Fernandes dirige muito pouco os carros. Ele também afirma que os carros da família estão em seu nome, mas que muitas pessoas dirigem seus veículos.

Motociclistas Indisciplinados
Entre as notificações emitidas mensalmente pelo DetranSP uma grande parte se refere aos motociclistas que não fazem uso do capacete que além de obrigatórios ajudam preservar vidas.
Lista dos notificados. Clique Taboão em Foco

Nota: A fotografia foi alterada a pedidos do site proprietário daquela foto.

0 comentário em “Ex-prefeito Fernando Fernandes deve ter CNH suspensa”

  1. Pingback: GCM reprime manifestação por retirada de ciclovia em Taboão da Serra

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este anúncio custou aos cofres públicos municipal a quantia de R$ 1.100,00.