loader-image
temperature icon 26°C

Filiados do PP se ‘rebelam’ e tentam reverter apoio do partido ao PSDB

Compartilhar notícia

Rai Collor, presidente do PP. (Foto: Arquivo / Taboão em Foco)
Rai Collor, presidente do PP. (Foto: Arquivo / Taboão em Foco)

O Partido Progressista (PP) de Taboão da Serra anunciou, através de seu presidente, Raí Collor, que não vai apoiar o candidato do PSDB, Fernando Fernandes, nas eleições de outubro e que pode ter candidatura própria a sucessão do prefeito Dr. Evilásio Farias (PSB).


Raí, que teve diversas reuniões com candidato do PSDB, explica os motivos da mudança de rota. “A gente queria a vice-prefeitura e espaço no governo e não houve acordo. Por isso com o Fernando não temos mais condições de conversa”, diz.

A medida contraria um acordo, que segundo Fernandes, teria sido fechado entre ele e o deputado federal Paulo Maluf (PP), um dos principais líderes da sigla. Em conversa recente com o TF, o candidato diz que as decisões são “tomadas por cima”, em alusão as executivas estaduais.

Se mantida a decisão “por cima”, o presidente diz que os filiados “saem do partido e entregam a legenda para o Fernando”, encerrou por telefone.

Por Allan dos Reis

Veja também