Frente Parlamentar é criada na Alesp para discutir promessa de extensão do metrô a Taboão

Por Allan dos Reis, no Parque Ibirapuera/SP

Foi lançada na noite desta quarta-feira (11) na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) a Frente Parlamentar em defesa da extensão da Linha 4-Amarela do Metrô até Taboão da Serra. Ela será presidida pelo deputado estadual Aprígio (Pode).

Com entrega prometida pelo ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB) para 2016, a extensão até o município saiu das prioridades do Governo do Estado. Apesar da nova frente, não há qualquer garantiu de que as obras sairão do papel.

“Não sou contra o metrô. Quero ele em Taboão da Serra porque fica muito difícil [a locomoção] para quem mora na região. Não quero garantir que vou levar. Quero, mas não sei se vou conseguir levar, mas vamos pressionar o governador [João Dória] para colocar no cronograma”, diz Aprígio.

Promessa era que o metrô chegaria em 2016 a Taboão da Serra. Porém, em 2020, obra sequer foi iniciada.

Com várias críticas ao prefeito Fernando Fernandes (PSDB) e a deputada estadual Analice Fernandes (PSDB), o deputado disse que está “a disposição deles para ajudar” e que ambos sempre fizeram promessas políticas em cima desta bandeira.

O deputado Márcio da Farmácia (Pode) afirma que “mais deputados vão vir para ajudar a realizar esse sonho” da extensão até o município. Lideranças políticas de Taboão da Serra também participaram do evento, incluindo o vereador André Egydio (sem partido).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.