Governo Aprígio concede ajuste salarial para Operadores de Trânsito de Taboão da Serra

Direto da redação

O Governo Municipal de Taboão da Serra, através da Secretaria de Transporte e Mobilidade Urbana (SETRAM), realizou um ajuste salarial para os Operadores de Trânsito. A medida foi tomada em 29/06 pelo Prefeito Aprígio, com o intuito de trazer mais dignidade aos profissionais  que na prática fazem as mesmas funções que os Agentes de Trânsito, mas ganhavam 50% menos e corrige injustiças ocorridas em gestões passadas

Antes da nova legislação, sancionada pelo Prefeito Aprígio, os Operadores de Trânsito ganhavam salário de R$ 1.299,93 e mais dois abonos, um de R$ 100 e outro de R$ 200, totalizando R$ 1.599,93. A partir da nova Lei Nº 398/2023, os mesmos passaram a receber R$ 1.856,81.

“Há muitos anos os Operadores de Trânsito não recebem o quanto merecem, e por isso decidimos dar a eles a correção da injustiça. O nosso Governo veio para trazer excelência, e com isso buscamos legitimar o legado das pessoas nos seus trabalhos. Fico imensamente feliz de poder devolver a dignidade para estes servidores públicos que estão sempre de prontidão para zelar pelas vidas no trânsito”, disse o Prefeito Aprígio.

O cargo de Operador de Trânsito foi criado em 1996 na cidade e de Agente de Trânsito em 2017. Por terem sidos criados com 21 anos de diferença, os profissionais que são operadores ensinam todos os trabalhos para os agentes por terem mais experiência na área.

O secretário de Transporte e Mobilidade Urbana, José Vanderlei dos Santos, comentou que a humanização nesse tipo de trabalho é fundamental. “Taboão da Serra reparou uma lesão histórica, um prejuízo que havia sido causado pela gestão anterior aos Operadores de Trânsito. Um professor, o mais velho deles, recebia 50% menos e pela visão do grande Prefeito Aprígio, foi feita a correção. Hoje eles, sim, podem voltar para casa felizes e com sua dignidade restaurada!”, afirmou.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.