Lei que aumenta contribuição previdenciária dos servidores de Taboão da Serra é aprovada

Câmara de Taboão da Serra volta do recesso

Por Allan dos Reis, na redação

A Câmara Municipal aprovou por unanimidade em sessão extraordinária na manhã desta quinta-feira (11) o projeto de lei complementar de autoria do prefeito Aprígio (Podemos), que aumenta a contribuição previdenciária dos servidores municipais de 11% para 14%.

A proposta chegou de ‘surpresa’ na Câmara e foi aprovado – de forma simbólica – no meio de outros dois projetos. Nenhum vereador se propôs a discutir a respeito deste projeto. Nem mesmo os vereadores reeleitos, que no ano passado se negaram a colocar em pauta esse projeto para votação. Na época chegaram a fazer duras críticas a proposta.

Agora o projeto volta para sanção do prefeito e entra em vigor no “nonagésimo dia contado da data de sua publicação”.

HISTÓRICO

Durante a pré-campanha eleitoral de 2020, o então prefeito Fernando Fernandes (PSDB) encaminhou projeto com mesmo teor à Câmara, mas os vereadores – governistas e oposicionistas – se recusaram a votar o projeto para evitar desgastes.

Aprígio, que na época era deputado estadual, chegou a classificar esse projeto de “confisco” de 3% do salário dos servidores e votou contra projeto semelhante na Assembleia Legislativa.

1 comentário em “Lei que aumenta contribuição previdenciária dos servidores de Taboão da Serra é aprovada”

  1. O Fernando Fernandes usou o dinheiro do fundo previdenciário de Taboão da Serra e como vai devolver o dinheiro??? Isso também precisa ser explicado!!!! Talvez a alternativa foi essa devido ao empréstimo que não foi devolvido pelo Fernando Fernandes entregou a Cidade abandonada, cheia de tapumes e obras abandonadas e infelizmente o que assumiu tem que se virar 😢😢
    É cruel pois o trabalhador é o maior prejudicado, espero que anualmente os salários sejam reajustados, pois os profissionais concursados em Taboão da Serra são os mais prejudicados com tudo isso, salários defasados em comparação com as cidades vizinhas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.