Líder do MTST de Taboão é preso durante desocupação do Pinheirinho, em São José

O líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto de Taboão da Serra, Guilherme Boulos, foi preso na manhã deste domingo, dia 22, durante operação da polícia na reintegração de posse de um terreno em São José dos Campos, no interior de São Paulo. Até o início da tarde de segunda (23) pelo menos 32 pessoas já haviam sido detidas.

Um vídeo publicado na internet mostra Boulos sendo preso por guardas municipais que lhe conduzem – pelos cabelos – até uma viatura da GCM. Segundo informações de Boulos, ele só foi liberado após pagar fiança. O valor não foi informado. O líder já está em São Paulo. CLIQUE E VEJA O VÍDEO.

Guilherme Boulos, líder do MTST, é preso durante desocupação no Pinheirinho, em São José dos Campos. (Foto: Reprodução YouTube)
Guilherme Boulos, líder do MTST, é preso durante desocupação no Pinheirinho, em São José dos Campos. (Foto: Reprodução YouTube)

A área pertence à empresa Selecta, do empresário Naji Nahas, preso durante a “Operação Satiagraha” da Polícia Federal acusado de corrupção. O terreno tem débitos de cerca de R$ 15 milhões de IPTU.

Por Allan dos Reis

0 comentário em “Líder do MTST de Taboão é preso durante desocupação do Pinheirinho, em São José”

  1. Obrigado pela noticia. Este é o companheiro do Paulo Felix, ontem estavam na câmara fazendo cadastramento de “coitados” para o movimento prometendo casas. Tiveram no poder 7 anos e nada fizeram para o povo e agora na ano de eleição ficam prometendo terrenos no céu. É o tipo de pessoa que o paulo felix anda.

  2. Demorou prá este vagabundo receber o que ele merece. Vive incentivando a invasão de terrenos particulares, se intitulando defensor dos sem tetos. Porque não fazer uma boa ação e doar os bens da família dele, que não são poucos, a esses menos favorecidos. Parabéns aos GCM’s de São José dos Campos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.