loader-image
temperature icon 21°C

Motoristas de ônibus decretam “estado de greve” em São Paulo

Compartilhar notícia

Direto da redação

Os motoristas, cobradores e demais profissionais ligados aos ônibus estão em “estado de greve” na cidade e São Paulo. Esse estado é o que antecede uma greve, e pode indicar uma paralisação total no sistema nos próximos dias.

Segundo o Sindmotoristas, entidade sindical que representa os trabalhadores do transporte coletivo na capital, a decisão de aderir ao “estado de greve” foi tomada nesta segunda-feira, dia 23 de maio de 2022, durante assembleia em frente à sede do sindicato.

Além da adesão ao “estado de greve”, os trabalhadores também aprovaram uma série de protestos nos terminais de ônibus na cidade na quarta-feira, dia 25 de maio, a partir das 14h, com o fechamento dos locais.

Proposta “indecente”

Segundo o presidente do Sindmotoristas, Valdevan Noventa, à proposta salarial apresentada pela SPUrbanuss “indecente”, que não atendia aos trabalhadores e que foi rejeitada pela diretoria do sindicato.

“Gananciosos e insensíveis, os concessionários do sistema do transporte público urbano de São Paulo não estão preocupados com as consequências do seu jogo sujo, o quanto isso pode afetar os condutores, usuários de ônibus e a população em geral”, lamentou Valdevan Noventa.

Veja também