Notinhas da Semana

ESPETINHOS

Chamado de açougue por algumas pessoas, o PS da Antena foi palco de um churrasquinho recentemente que reuniu médicos, enfermeiros e auxiliares. A notícia vazou dias desses e deixou alguns políticos revoltados.

INTESTINAL

O encontro entre o prefeito Evilásio Farias (PSB) e as ADIs (auxiliares de desenvolvimento infantil) foi adiado, segundo o candidato a vice pelo PSOL, Willian Donizeti, por causa dos efeitos colaterais de uma buchada de bode.

MULHER VASO

Depois da mulher melancia, da mulher melão e de tantas outras mulheres conhecidas por seus rebolados, vêm aí as chamadas, pelo PSOL, de “Mulher Vaso”. Explicamos. São aquelas mulheres que vão sair candidata a vereadora apenas para cumprir a cota obrigatória de 30% que os partidos precisam ter entre os seus postulantes ao Legislativo.

NA MARRA

O PT de Taboão tenta resistir a todo custo à tentativa articulada nos bastidores para que os petistas apoiem o pré-candidato Aprígio, do mesmo partido do prefeito Evilásio, o PSB. Alguns já dão como certo esse apoio, mediado pelos petistas de São Paulo.

VOLTOU?

Apesar de ainda não ser oficial, integrantes do PC do B já trabalham com a informação de que voltarão, junto com o PT ou não, a apoiar a candidatura de Aprígio.

COMO É?

“??????????????????????????”. Foi assim, em conversa por meio de uma rede social, que o presidente do PTN de Taboão da Serra, Carlos Alberto Raci, conhecido como Magaiver, reagiu quando um repórter quis saber sobre o apoio do PSB ao candidato petista em São Paulo incluir que o PT de Taboão desista da candidatura própria para apoiar o PSB na cidade. O PTN declarou apoio a Wagner Eckstein (PT).

REDUNDANTE

Quando anunciou apoio do PTN a Eckstein, no último dia 5, Magaiver fez duras críticas ao governo Evilásio Farias, do PSB, partido do candidato Aprígio. Com fama de proferir tiradas inusitadas, até criou um novo vocábulo para carimbar o que seria o legado da administração: “cleptomafia” (máfia de ladrões, literalmente). Em comparação, o “autoritário” para Fernando Fernandes (PSDB) soou como elogio.

ACEITARAM

A esposa do pré-candidato Aprígio, Dona Luzia, vai mesmo ser candidata a vereadora nesta eleição. Apesar da repulsa de boa parte dos outros pré-candidatos, a direção do PSB disse que seria ela ou então o partido iria coligar com outro partido que tem candidato forte, como o PRP, do vereador Tales Franco.

QUEM ME ACEITA?

E por falar em Tales Franco [foto], a situação dele está cada dia mais difícil. Nenhum partido aceita coligar com ele, que já tentou ir para o lado do Fernando e agora tenta se manter com Aprígio. Há quem diga que ele corre um grande risco de que nem candidato seja. Será?

MÁRCIA “ANTONIETA”

Ao final da audiência da CPI da Violência contra a Mulher, do Congresso Nacional, realizada na Câmara de Embu das Artes, na segunda-feira, dia18, a vice-prefeita Márcia Regina (PT) pediu para um jornalista registrar o grupo de mulheres em pose para foto oficial. Em brincadeira que remete à rainha francesa guilhotinada Maria Antonieta (1755-93), ele devolveu a máquina para a dona com uma recomendação: “Veja se eu não cortei a sua cabeça”. “Vontade não falta!”, disse Márcia, em misto de bom humor e puxão de orelha.

SEM EXCLUSIVIDADE

Na tumultuada sessão da Câmara dos Vereadores em que o prefeito Evilásio Farias (PSB) teve o cargo ameaçado, em agosto do ano passado, no auge da crise política deflagrada pelo caso de corrupção no recolhimento de impostos como o IPTU, o ex-vereador Valmir Bandeira, o Caboré, então no governo, disse que era “contra a cassação de Evilásio hoje”, que “não houve corrupção só neste governo”.

NO ATACADO

“Estou aqui para defender a proposta de apurar todas as irregularidades que houve seja no governo Evilásio como em outros governos”, disse. Pela permanência do então aliado, Caboré acrescentou que “o povo de Taboão está mais atento para avaliar os acontecimentos, não está se deixando ser massa de manobra por alguns vereadores”, em recado a Paulo Félix, favorável ao afastamento, a quem acusou de “fazer politicalha”.

METAMORFOSE

“Como pré-candidato a vereador, estou apoiando o pré-candidato a prefeito Fernando Fernandes”, diz hoje Caboré, que agora não só poupa o tucano, mas como o levou a reunião com “amigos” moradores no Jardim Record, nada constrangido. Ele também vai dividir o palanque com o então alvo Paulo Félix, que atualmente no PMDB vai apoiar o prefeiturável do seu ex-partido, o PSDB.

CAMALEÃO

A propósito, apesar de aliado de Fernando, Félix foi de uma desenvoltura ímpar ao lado de Evilásio no último dia 2. O ex-desafeto levou o mandatário, após conversa ao pé de ouvido, a ter “audiência” de moradores durante entrega de apartamentos no Sítio das Madres, em movimento de fazer corar Corado – com o perdão do trocadilho, o destronado braço direito do prefeito, Maruzan, que olhava só de longe.

MEMÓRIA

Vale lembrar – nada em política deve ser esquecido – que Félix já fez chacota com o sobrenome de Evilásio ao dizer que o prefeito “Farias”, para o tachar de incompetente ou “colocar em xeque a seriedade do governo”, nas palavras de Fernando quando, aliás, criticava o vereador por ser líder do governo. Bom, Félix já se retratou em público com o ex-inimigo Armando Andrade, sob a ira do PT. Detalhe: “órfãos” depois do rompimento com Evilásio, os petistas já tinham pegado o seu caminho.

À ALTURA

Na comemoração de 9 anos da Guarda Civil Municipal de Embu das Artes, na terça-feira, dia 19, o deputado estadual Geraldo Cruz (PT), que criou a corporação em 2003 quando prefeito, fez entrega de várias condecorações aos GCMs pelos serviços prestados, ao lado do prefeito Chico Brito (PT). Em uma das sessões de fotos, posou e reparou que os guardas tinham praticamente a mesma estatura – baixa – que ele, cerca de 1,60m. “Olha o tamanho dos nossos guardas…”, cochichou, sorrindo.

MENOS ELA

Com a “faca nos dentes” com o PSDB após quase ser afastado da prefeitura pelo TSE por ação dos tucanos de Itapecerica e crítico contumaz do governo peessedebista pela falta de investimentos por parte do Estado, Jorge Costa (PMDB) diz, porém, ter muito boa relação com Analice Fernandes, a quem, aliás, credita os poucos recursos estaduais que conseguiu para a cidade. E voltou à carga. “A única coisa que ela tem de errado é ser do PSDB.”

CORTINA

Circulou na semana passada a informação de que Valdevan Noventa (PDT) era o vice de Aprígio (PSB). Na realidade, o que aconteceu foi que os partidos da base reafirmaram que o melhor nome para a composição era o do ex-secretário de Esporte Luiz Lune. Diante da indefinição, já que Lune é do PC do B, que apoia o petista Wagner Eckstein, Noventa resolveu se apresentar, ele próprio, para a vaga.

De preto, Valdevan Noventa (PDT) foi pré-candidato a prefeitura de Taboão da Serra por apenas 26 dias e agora sonha em ser o candidato a vice de Aprígio. (Foto: Allan dos Reis / Arquivo)

FOGO AMIGO

Com o impasse, já que Aprígio é o primeiro entre a maioria do grupo que sonha com Lune como vice, a definição não se deu e deve acontecer até o início da semana, sendo que o prazo final é dia 30 de junho, para quando o PSB resolveu marcar a convenção. Noventa poderá ainda levar a vaga, mas sofre resistência que não é pouca.

DESABAFO

Há pouco mais de um mês, Noventa ameaçou abandonar o grupo governista diante da frágil coalizão, que culminou com a debandada de partidos da órbita de Aprígio, como o PRB e o PMN. “Se continuar assim não dá”, desabafou, segundo interlocutores. O PDT fechou com o PSB por “pressão” da executiva, já que a maioria dos pré-candidatos queria ir para Fernando Fernandes, queixou-se um postulante.

HISTÓRIA EM FOCO

Em 1994, um ano e meio depois de deixar a prefeitura de São Paulo – sob duros ataques da oposição e alvo até de “fogo amigo” de líderes petistas -, a então candidata ao Senado Luiza Erundina, que ainda estava no PT, chega ao largo de Campo Limpo (zona sul da capital) para showcomício do na época presidenciável Luiz Inácio Lula da Silva. Com mais de 4 milhões de votos, Erundina ficou, porém, em terceiro lugar e perdeu a disputa para o Senado por São Paulo – na escolha de dois representantes – para José Serra (PSDB) e Romeu Tuma (então PFL, hoje DEM). Nesta semana, Erundina foi alçada ao centro dos holofotes da sucessão municipal em São Paulo ao desistir de ser vice na chapa do petista Fernando Haddad após o PT fechar aliança com Paulo Maluf, a quem acusou de corrupto e aliado da ditadura militar. Disse que não aceitava pedir votos com o político do PP. Lula foi à casa de Maluf para selar o apoio, mas não compareceu quando do anúncio de Erundina como vice, quatro dias antes. Ela foi elogiada pela maioria da opinião pública pela decisão, que no PT, porém, causou perplexidade, inclusive na região. O deputado Geraldo Cruz não acreditava que Erundina, a quem admira, abandonaria a vaga de vice. A socialista, porém, continua no apoio à candidatura do ex-ministro da Educação.

0 comentário em “Notinhas da Semana”

  1. Avatar

    O Valdevan não havia dito que ia abandonar a vida publica naquela época das prisões dos vereadores?

    Depois do “suicidio” do dr.Ivan mudou algumas coisas.
    Gostaria de saber pq ele,valdevan ,vai continuar na política.

  2. Avatar

    PC do B voltar, acho que os integrantes que tem essa vontade não pode falar pelos 15 que optaram pelo Futuro Pref. Wagner do PT lembrando que foi uma escolha democratica e que não pode ser colocada mais em pauta, se não esse partido vira e motivo de piada quer dizer mais ainda.
    Obs: Luiz Lune e um integrante como qualquer um outro dentro do partido quem garante que ele terá uma votação expressiva.

  3. Avatar

    Lune pare de pensar so em vc, pois vc tem um grupo ao seu redor sem ele vc nao chega a lugar algum lembre que uma eleição a vereador para quem saiu do cenario politico por tanto tempo não e facil.
    Vai achando que vc terá muitos votos para vereador, que a coisa não está como vc pensa, esse negocio de sou candidato a ver, opa agora sou candit a vice, opa agora sou candit a vereador novamente o meu voto vc je está perdendo presta atenção um homem mesmo na politica não pode ter varias palavras pega mal, como vc será pref. um dia vamos crescer moralmente se não fica dificil meu amigo.
    Não e uma critica e um conselho olhe para dentro de vc.

  4. Avatar

    Concordo em parte com o comentario do sr. manoel, Lune tem condições sim de ser Prefeito dessa cidade abandonada, mas antes de querer esse posto tem que tornar sua palavra firme e ter opinião propria pois da maneira que está tomando suas decisões e querendo passar por cima de tudo para ser vereador fica dificil, o grandão so tem decepcionado seus colegas, eleitores e acredito seus amigos. Muda essa maneira de pensar Lune pense mais na sua cidade e no povo que gosta de você como disse o colega sozinho ninguem chega a lugar nenhum.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este anúncio custou aos cofres públicos municipal a quantia de R$ 1.100,00.