O ano de 2020 é bissexto. Entenda o que isso significa

Por Samara Matos, na redação 

O ano de 2020 é bissexto, ou seja, tem 366 dias, um a mais do que os anos comuns. Isso acontece porque no mês de fevereiro haverá 29 dias, o que ocorre de quatro em quatro anos. 

O ano bissexto foi criado pelos romanos na época do imperador Júlio César. Era preciso adequar o calendário ao tempo que a Terra leva para dar uma volta completa em torno do Sol. No entanto, a conta não é exatamente 365 dias – na verdade são 365,2422 dias ou 365 dias, cinco horas e 48 segundos.

Para encaixar esse tempo extra no relógio, os astrônomos arredondaram para seis horas e multiplicaram pelos quatros anos de intervalo, que totalizam um dia a mais. Assim, é possível ajustar o calendário de modo a não bagunçar as estações do ano, devido a translação da Terra.

Para calcularmos se um ano é bissexto utilizamos uma regra bastante prática, se o ano não terminar em 00 e for divisível por 4 dizemos que ele é bissexto. Por exemplo, 1988 é divisível por 4, pois 88:4 = 22. Portanto, os seguintes anos são bissextos: 1988, 1992, 1996, 2000, 2004, 2008, 2012, 2016, 2020, 2024, 2028, 2032, 2036, 2040, 2044, 2048, 2052, … . Os anos terminados em 00 serão bissextos se a divisão deles por 400 for exata, isto é, o resto da divisão precisa ser igual a zero. Os anos terminados em 00 serão bissextos se a divisão deles por 400 for exata, isto é, o resto da divisão precisa ser igual a zero.

Este anúncio custou aos cofres públicos municipal a quantia de R$ 1.100,00.