“O efetivo da Polícia Militar é baixo na região”, reclama a secretária de segurança de Taboão da Serra

Por Allan dos Reis, no Jardim Saporito

Durante a inauguração da quadra poliesportiva no Jardim Saporito, o prefeito Aprígio denunciou que escolas, UBS’s e outros equipamentos públicos, como os faróis, estão sendo vandalizadas e roubadas por pessoas, que tem por objetivos políticos. Em seguida, a secretária municipal de segurança Michele Santana falou das ações da GCM e reclamou do baixo efetivo da Polícia Militar na região.

“Em razão do que vem acontecendo, obviamente que a GCM será demandada porque o efetivo da Polícia Militar é baixo na região. Somos 262 guardas, mas tem as pessoas administrativas, tem as pessoas afastadas por motivo de saúde, mas mesmo assim a gente não se furta ao nosso trabalho. A gente trabalha dia a dia. Os pontos mais críticos, como o Jardim Clementino, foi saturado o local e diminuiu muito [os crimes]. O baile funk do CDD, as pessoas reclamavam muito e [hoje] não se houve falar porque quando acaba, ninguém se lembra”, diz Michelle.

A secretária afirma que se reuniu com o responsável pelo CPA-M8. “Existe uma cobrança junto a Polícia Militar para ajudar também. Eu recebi o Coronel do CPA-M8 porque não basta falar, a cobrança também foi formal para que nos ajude com aumento do efetivo da PM e operações no município”, completa.

NOVOS INVESTIMENTOS

A secretária municipal de segurança, Michele Santana falou dos investimentos da sua pasta. “Estamos no meio de uma licitação para trocar a frota de carros e motos, ganhamos uma emenda de um milhão e quatrocentos mil reais para adquirirmos bases [da GCM], tem a base [móvel] da [emenda impositiva da vereadora] Dona Luzia, que será itinerante”, diz.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.