loader-image
temperature icon 23°C

Grupo de filiados anunciam saída do PMDB de Taboão

Compartilhar notícia

O maior partido político do Brasil e um dos maiores em Taboão da Serra, o PMDB, vive um momento conturbado na cidade. Na última segunda-feira, dia 19, um grupo com cerca de 30 filiados se reuniu no Sindicato dos Metalúrgicos para anunciar a saída do partido. Em carta enviada á imprensa, o grupo diz que “protocolou na Assembleia documento no dia 5 de setembro, direcionado ao Vice-Presidente Michel Temer, ao senador Waldir Raupp, presidente do Diretório Nacional do PMDB e ao Deputado Estadual Baleia Rossi, presidente da Comissão Provisória Estadual de São Paulo descrevendo o descontentamento do partido no município”.

O Secretário de Manutenção da Prefeitura de Taboão da Serra, Carlos Eduardo de Toledo, filiado ao PMDB desde a década de 80, afirma que a sua desfiliação acontece devido à indefinição do partido e o prejuízo para as eleições de 2012.

“O diretório do PMDB foi destituído em abril e até agora a executiva estadual não deu nenhuma definição. E o grupo acha essa situação é insustentável para as eleições de 2012”, diz Toledo, que afirma três partidos a disposição para a filiação do grupo.

Responsável por fazer novas filiações, o ex-secretário de governo, Ronaldo Dias, lamentou a saída dos filiados, mas acredita que seja por questões financeiras porque alguns trabalham na prefeitura. “Essa deserção tem um motivo, financeiro. Muitos ainda têm cargo na prefeitura. Eu lamento, mas o PMDB é um partido de grife. Não é um “P” qualquer”, disse Dias.

desfiliação PMDB
Filiados do PMDB anunciam que estão de saída. (Foto: Divulgação)

Por Allan dos Reis

Veja também