Podcast Na Redação repercute a 15ª corrida do Dia do Trabalhador, que acontece nesta quarta (1º de maio)

Por GJ, direto da Redação

Se o próximo feriado do dia 1º de maio, do Dia do Trabalhador, significa folga e descanso, para um grupo de pessoas em específico, esse dia será de muito suor. Os corredores tomarão as ruas de Taboão da Serra para a 15ª Corrida do Trabalhador. A prova terá a largada e a chegada no mesmo lugar, na Rua Vicente Leporace, no Jardim São Judas. Neste ano, a premiação total será de R$ 5.300. O organizador da corrida, Alisson Mendes e as irmãs corredoras Viviane e Adriana Braz estiveram na 50ª edição do Na Redação Podcast para contar mais sobre o mundo das corridas de rua. 

Assista à íntegra do podcast:

O organizador, Alisson Mendes, contou do desafio de montar uma corrida de rua. E apesar do que se vê, ele conta que é muito difícil organizar uma corrida de rua, ainda mais em Taboão da Serra, a cidade mais populosa por metro quadrado no país. Em 2024, a 15ª edição terá o percurso de 6 km e outro de 3 km, focado em quem está começando. Esse ano é um percurso mais simples, com medalha e camiseta.

“O primeiro colocado vai receber 500 reais mais um troféu. Aí depois vai descendo (a premiação conforme a colocação). Neste ano a gente inovou, e a premiação total chega a R$ 5.300. E a gente dividiu essa premiação para moradores de Taboão da Serra e corredores gerais”, diz Mendes. 

Além do organizador, as irmãs corredoras contaram como tudo começou na corrida. Segundo a dupla, elas praticavam dança e depois migraram para a corrida. O início não foi fácil, mas gradualmente elas foram, literalmente, aumentando o ritmo. “Vamos correr 2 minutos, caminhar um e ir assim. Depois comecei a me desafiar a correr cada vez mais, até quando fiz meu primeiro quilômetro e depois a primeira corrida”, disse Viviane Braz, que desde 2015 não faltou a mais nenhuma edição da Corrida do Trabalhador. 

Carboidrato

Adriana contou que o marido ficou surpreso quando ela revelou o volume de carboidrato que ela consome antes da prova. “Meu marido perguntou quanto de macarrão eu iria comer, porque ele iria preparar a comida. Eu falei que seriam 250 gramas. Ele perguntou se era isso para nós dois, eu disse que não, que era só para mim”, contou. Viviane conta que o prato ainda é acompanhado de uma taça de suco de uva integral, que também tem uma grande quantidade de carboidrato.  

Por que os corredores correm tão cedo?

Uma dúvida muito comum que surge é o dos motivos que levam os corredores a iniciarem as provas tão cedo. Em quase todos os casos, os atletas precisam acordar antes mesmo do Sol nascer. Segundo Viviane, o motivo que leva é estratégico. “Quanto mais cedo melhor. Menos pessoas e melhor o clima”, explica a maratonista, que complementa dizendo que assim facilita realizar um treino ou uma maratona com melhor qualidade.

Data: 1º Maio de 2024 (quarta-feira)

 – Concentração: 7h00 

 – Largada 3km Caminhada e 6km Corrida: 8h30

 Local: Rua Vicente Leporace, Jardim São Judas, Taboão da Serra/SP 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.