Polícia Civil prende homem e liberta dez vítimas de trabalho análogo à escravidão em Carapicuíba

Direto da redação

Uma pessoa, de 23 anos, de origem boliviana foi presa suspeita de submeter outros dez estrangeiros a trabalho análogo à escravidão, em Carapicuíba, na Região Metropolitana de São Paulo, na noite da segunda-feira (3).

De acordo com a Polícia Civil, uma denúncia anônima levou as equipes ao local. No endereço indicado, encontraram uma oficina de costura e alguns quartos. Havia também sujeira e alimentos estocados de maneira irregular.

As vítimas, que tinham entre 12 e 53 anos, contaram que vieram da Bolívia para trabalhar. No entanto, assim que chegaram foram expostos a condições excessivas de trabalho, como uma jornada das 7h às 22h, sem horário de almoço adequado.

O caso foi registrado como redução a condição análoga à de escravo e agenciar, aliciar, recrutar, transportar, transferir, comprar, alojar ou acolher pelo 1º DP do município.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *