loader-image
temperature icon 20°C

Policiais Militares prendem autores de roubo de celulares em ponto de ônibus de Embu das Artes

Compartilhar notícia

Direto da redação

Na manhã desta sexta-feira (21) policiais militares cumpriam o plano de ações “Operação Pró Carga”, na Estrada de Embu das Artes, quando avistaram um veículo Fiat Palio com três indivíduos e resolveram fazer a abordagem. O motorista não quis parar e tentou se evadir das equipes.

O veículo acabou sendo abordado e no seu interior os policiais localizaram diversos aparelhos smartphones. O veículo estava com a documentação atrasada desde 2010 e com bloqueio Renajud, sendo apreendido. Ao serem questionados os homens informaram terem comprado na madrugada em um posto de combustível no Taboão da Serra de um cidadão que não souberam informar.

Durante a abordagem, um dos aparelhos smartphones recebeu mensagens na tela bloqueada com os seguintes conteúdos: “Está tudo bem? Aconteceu alguma coisa?” Foi roubada, tá tudo bem?” Isso despertou a atenção dos policiais. Logo em seguida, o mesmo aparelho recebeu uma ligação de uma senhora amiga da “vítima” informando que ela havia sido vítima de roubo do celular quando estava no ponto de ônibus.

Os policiais passaram então a tentar identificar os proprietários dos demais aparelhos, identificando uma outra senhora, também vítima de roubo por indivíduos com as mesmas características dos abordados. Eles foram novamente questionados e acabaram confessando terem cometido o roubo dos celulares em um ponto de ônibus em Embu das Artes.

Foi dada voz de prisão aos três indivíduos, um deles menor de idade, sendo algemados e encaminhados ao 2º DP da Granja Viana. Na delegacia apareceram mais vítimas dos ladrões, as quais reconheceram os seus aparelhos e também os indivíduos como sendo os que haviam praticado o roubo.

O caso foi registrado no DP da Granja Viana, em boletim de ocorrência de natureza “Roubo/associação criminosa/corrupção de menor/crime de trânsito art.309/ ato infracional de roubo”. Os três ficaram a disposição da Justiça “presos” e o menor “apreendido”.

Veja também