loader-image
temperature icon 17°C

Prefeito Aprígio acusa vice Buscarini de trabalhar contra o governo: “é meu inimigo”

Compartilhar notícia

Por Allan dos Reis, no Parque Assunção

O prefeito Aprígio (Pode) surpreendeu a todos, inclusive a sua base aliada, ao convocar a reunião nesta segunda-feira (20) entre vereadores e o vice-prefeito Buscarini (PSD) e acusar o vice de ‘conspiração’, justificando o rompimento político. O mandatário também convocou – sem dizer a pauta – a imprensa regional para um café, mas na verdade era para anunciar sua decisão.

“Quero fazer um aviso do que está acontecendo. Resolvi tomar uma decisão porque um comentário começou a se espalhar na cidade e muito forte. De que Buscarini quer se aliar ou pode estar aliado ao ex-prefeito [Fernando Fernandes] para me derrubar e tomar a minha cadeira [de prefeito]. […] Com essas conversas que esparramam pela cidade, já ficou uma coisa muito preocupante. Tem um vice trabalhando contra a administração e tem vontade de tomar a cadeira do prefeito. Demorei a acreditar, apesar de estar desconfiado há muito tempo”, anunciou prefeito Aprígio, ao lado de 12 dos 13 vereadores.

Aliados desde o fim de 2019, a relação entre os dois políticos era cheio de divergências. Uma delas, no início da campanha eleitoral, foi quando Aprígio queria trazer para o grupo o Partido Liberal (PL) comandado por Valdevan Noventa e Buscarini ameaçou romper.

Prefeito Aprígio (ao centro) anunciar romper com o vice Buscarini, seu novo inimigo.

Já com a eleição ganha, Buscarini dizia ser o “prefeito vice” e não o vice-prefeito. Em março, os dois romperam, mas aliados conseguiram contornar e voltaram a ter relação cordial.

ESPOSA E ALIADOS FORA DO GOVERNO

O rompimento entre prefeito e vice trará mudanças no governo.  A secretária de desenvolvimento econônico, Adriana Barcelos, esposa de Buscarini, já anunciou sua saída. Assim como havia feito na primeira briga.

Porém, outras mudanças vão acontecer. Pessoas próximas a Buscarini devem ser demitidas. A principal delas é o braço-direto Betinho, secretário de planejamento. Aprígio vai conversar com outros aliados demitir outros aliados. “Vou analisar quem fica ou não fica”, resumiu o prefeito.

Desalojado

Outra consequência desta briga será o ‘desalojamento’ de Buscarini da sede a Prefeitura, onde tem uma sala, logo na entrada. “A partir de hoje, ele continua vice-prefeito, mas não terá mais sala aqui [na sede da Prefeitura]. Ele pode ficar na casa dele”, diz.

Ao que tudo indica, o vice-prefeito deve voltar a despachar de seu escritório na região da Vila Santa Luzia, região central de Taboão da Serra.

Outro Lado

O Taboão em Foco entrou em contato com o vice-prefeito Buscarini para que pudesse dar sua versão deste rompimento. “Vou me manifestar, favor aguardar que faço contato”, resumiu.

Veja também