Prefeitura de São Paulo cancela carnaval de rua e mantém desfiles no Sambódromo do Anhembi

Por Samara Matos, na redação

Os blocos de Carnaval não vão desfilar pelas ruas de São Paulo neste ano, ainda em razão da pandemia de covid-19. Em suma,  a decisão de cancelar as festividades foi tomada durante reunião da prefeitura com a vigilância sanitária nesta quinta-feira, 6.

Apesar de cancelar os blocos de rua, a prefeitura decidiu manter os desfiles das escolas de samba de São Paulo no Sambódromo do Anhembi, que devem acontecer nos dias 25, 26, 27 e 28 de fevereiro. Protocolos sanitários serão discutidos com a Liga das Escolas de Samba.

“Por conta da situação epidemiológica está cancelado o carnaval de rua de São Paulo. Nós vamos sentar com a Liga das Escolas de Samba para combinar um protocolo para a realização dos desfiles no sambódromo. Caso eles aceitem os protocolos, os desfiles serão mantidos”, disse o prefeito Ricardo Nunes.

A prefeitura de São Paulo havia autorizado 696 desfiles para o carnaval de rua de 2022, segundo balanço municipal de 30 de dezembro. Antes da decisão da prefeitura, 32 blocos cancelaram ao menos 41 desfiles e associações que representam os blocos da cidade informaram que não participariam do Carnaval mesmo que o evento fosse autorizado pela prefeitura.

A maioria das capitais já cancelou as festividades, entre elas Belém, Belo Horizonte, Campo Grande, Cuiabá, Curitiba, Florianópolis, Fortaleza, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Luís.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *