Prefeitura terá que ir à justiça para conseguir terreno

Por Allan dos Reis

Uma das exigências para construção da unidade de ensino é que o município tem que doar um terreno de 30 mil M/2 a instituição. Porém, a administração municipal não possui terreno disponível com essa metragem.

Os poucos terrenos deste porte são de propriedade particular. A solução vai ser entrar na justiça, ou em acordo, para desapropriar uma dessas áreas já que, segundo a prefeitura, os proprietários devem milhões de reais aos cofres públicos, dívidas de IPTU.

O prefeito Dr. Evilásio Farias garantiu o espaço. “O terreno nós vamos garantir”, disse. Porém, o prazo para consegui-lo é uma incógnita. “é difícil a gente precisar o tempo. Principalmente quando se trata de um processo de desapropriação”, explica o prefeito.

No final brincou. “Quem esperou 50 anos pode esperar 6 meses, pode esperar 12 meses”, disse. O prazo de construção, depois da entrega do terreno, é de 15 meses.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.