loader-image
temperature icon 24°C

Procon diz que mercados devem fornecer opções gratuitas as sacolas plásticas

Compartilhar notícia

Supermercados não distribuem mais sacolinhas gratuitas aos consumidores.
Supermercados não distribuem mais sacolinhas gratuitas aos consumidores.

As sacolinhas de plásticos que eram distribuídas de forma gratuita pelas redes de supermercados foram banidas desde o dia 25 de Janeiro de 2012 após acordo entre o Governo do Estado e a Associação Paulista de Supermercados (APAS). Desde então, os consumidores precisam encontrar alternativa para carregarem as suas compras ou pagar R$ 0,19 por cada sacolinha biodegradável.


A cobrança gerou uma enxurrada de críticas de consumidores e ganhou nesta quarta-feira, dia 1 de Fevereiro, um grande aliado. A Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-SP) divulgou nota em seu site onde afirma que “na ausência de opção gratuita para que o consumidor possa concluir sua compra, fruindo de maneira adequada o serviço, o estabelecimento deverá fornecer gratuitamente a sacola biodegradável, respeitando assim os ditames do Código de Defesa do Consumidor (CDC)”, diz trecho da nota.

O consumidor que tiver dúvidas ou quiser fazer uma reclamação, pode procurar um dos canais de atendimento do PROCON. A APAS até o momento não se manifestou sobre a nota da fundação.

Da Redação

Veja também