loader-image
temperature icon 24°C

Professores cobram Ronda Escolar da PM e denunciam consumo de drogas em escola

Compartilhar notícia

Por Allan dos Reis, no Jardim Monte Alegre, em Taboão da Serra

Na última reunião do Conseg Monte Alegre, na quinta-feira, dia 31 de Maio, professores e pais de alunos reclamaram da falta de ronda escolar da polícia militar nas imediações da escola estadual Professor Alípio de Oliveira e Silva. De acordo com os relatos, o consumo de drogas no pátio e nos banheiros aumentou nos últimos meses.

“Eles usam drogas no pátio e nos banheiros da escola”, reclama uma professora, que também revela um pequeno tráfico de drogas nas imediações do local. Uma das mães presentes na reunião disse que sua filha chega em casa relatando o consumo de alguns alunos.

Uma das explicações para a falta de ronda escolar está na falta de viaturas. A 4ª Cia do 36º Batalhão responsável pela área tem apenas uma viatura que faz a ronda escolar. Até pouco tempo haviam duas que foram baixadas e não estão mais disponíveis para circulação.


“Viatura da Ronda Escolar só tem uma. Antes havia duas, mas uma foi baixada e não foi reposta”, afirma o 1º Tenente da PM Lailton, responsável pelo Batalhão, que informou que já “existe um pedido de viatura, mas agora depende do Estado”, diz.

Representantes das polícias civil e militar e da GCM participam da reunião do Conseg. (Foto: Allan dos Reis)

Enquanto não há reposição da viatura, policiais da ROCAM, que não tem o “atendimento diferenciado desses policiais [da Ronda Escolar]” têm feito – sempre que possível – visitas em algumas escolas.

Veja também