Secretários de Taboão da Serra e representantes de Comunidades Terapêuticas da região realizam reunião com Gilberto Kassab

Direto da redação

Na segunda-feira, 03/07, foi realizada no Palácio dos Bandeirantes, uma reunião com o Secretário de Governo e Relações Institucionais do Estado de São Paulo, Gilberto Kassab, com o objetivo de falar sobre a pauta das Comunidades Terapêuticas que realizam trabalhos nos municípios de Taboão da Serra, Embu das
Artes, Itapecerica da Serra, São Lourenço da Serra e Juquitiba.

Participaram do encontro os secretários municipais de Taboão da Serra Dr. Alexandre Depieri (Gestão de Pessoas), Mário de Freitas (Governo) e Wagner Eckstein (Assistência Social e Cidadania). Representando a Comunidade Terapêutica

Casa São José e o Instituto Padre Kieran Ridge, participaram José Roberto Cardim e Gilmar Sobral Costa, além de Thiago Buscarioli, diretor do Projeto Mãe que Acolhe e presidente do Conselho Municipal de Políticas sobre Drogas de Juquitiba. Foi entregue ao secretário Kassab, um ofício explicando os desafios dos municípios da região no trabalho de acolhimento aos dependentes químico e/ou alcoólicos pelo Programa Recomeço (SEDS/COED).

Segundo os representantes, a região tinha convênio para prestar acolhimento com 85 vagas masculinas e 20 femininas, e que o trabalho executado contemplava aproximadamente 100% das vagas ofertadas.

“Em 2022, foi lançado um novo Edital de Chamamento Público (01/SEDS/COED/2022), e os critérios não foram esclarecedores o que provocou a exclusão e ignorou a realidade rural, que há tantos anos realiza um trabalho eficaz e
consolidado. Com isso foram descredenciadas 72 vagas, sendo 52 masculinas e 20 femininas, afetando as Comunidades Terapêuticas: Caritas Campo Limpo – Mãe que Acolhe; Casa São José – Instituto Padre Kieran Ridge e Centro de Recuperação Conquista”, explicou Thiago Buscariolli.

De acordo com o secretário Dr. Alexandre Depieri (Gestão de Pessoas), Kassab recebeu e se comprometeu a verificar o que o Governo do Estado pode fazer para auxiliar as importantes comunidades terapêuticas. “O secretário de Governo do Estado nos recebeu com atenção e compreendeu os argumentos dos pontos que inviabilizam o credenciamento dessas importantes Comunidades Terapêuticas que há anos acolhem quem precisa de ajuda em nossa região, sendo referências em todo o Estado pelo trabalho em prol dos dependentes químicos e/ou alcoólicos, além de auxiliar também as famílias”, explicou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.