Servidores protestam em frente à Prefeitura de Taboão da Serra; governo mantém diálogo

Por Allan dos Reis, no Parque Assunção

Servidores de Taboão da Serra protestaram na manhã desta quarta-feira (24) na Praça Miguel Ortega, em frente ao gabinete do prefeito. Eles pedem reposição salarial, o pagamento do 14º salário (suspenso pela Justiça) de outra forma e benefícios como vale-transporte e vale-refeição. O grupo chegou por volta das 7h e a circulação de veículos em frente à Prefeitura foi interrompida.

Nas primeiras horas, os servidores – de diversas categorias – protestavam com cantos e seguravam cartazes, mostrando suas reivindicações. Eles pedem que a reposição salarial dos anos de 2020 e 2021, que por lei federal está suspensa, seja reposta. Eles querem solução para o pagamento do 14º salário, que está em discussão Jurídica. O último aumento dos servidores aconteceu em 2019, mesmo assim, após anos sem reajustes.

Negociação em andamento

O responsável para conversar com os servidores é o secretário de governo, Mário de Freitas, que reforçou que o diálogo do governo Aprígio com os servidores. O prefeito até chegou a fazer uma fala, mas acabou encerrando seu discurso após críticas de alguns servidores.

“Não há motivos para uma paralisação porque estamos em diálogo. […] O governo faz os encaminhamentos. Estamos recebendo o abaixo-assinado, vamos continuar o diálogo [com os servidores]. As faltas [de hoje] serão abonadas. E os índices [inflação] de 2019 e 2020 serão discutidos apartados e já convido vocês para essa discussão””, se compromete Freitas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *