Taboão da Serra cria 649 empregos com carteira assinada no 1º bimestre de 2021

Empregos formais em Taboão da Serra fecha os meses de janeiro e fevereiro com saldo positivo

Por Allan dos Reis, na redação

O número de empregos formais (com carteira assinada) criados em Taboão da Serra nos dois primeiros meses deste ano foi de 649 vagas, sendo 500 delas só em fevereiro. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério da Economia.

No momento em que a restrição econômica é alta, com a proibição de funcionamento de diversos setores, os dados mostram uma pequena recuperação em relação a 2020, quando 2066 trabalhadores com carteira assinada perderam seus empregos.

Os setores de serviços, com 319 vagas, e indústria, com 245 foram os que mais geraram empregos nesse período em Taboão da Serra. Comércio e construção criaram 26 e 59 vagas formais, respectivamente.

GERAÇÃO DE EMPREGOS NA REGIÃO

Os outros municípios da região sudoeste de São Paulo criaram juntos 3.527 empregos formais. Apenas na cidade de Juquitiba as demissões superaram as contratações. O município de Cotia foi o maior gerador de empregos.

Confira o ranking abaixo:

Cotia: + 1.567 empregos formais

Embu das Artes: + 612 empregos formais

Embu-Guaçu: + 248 empregos formais

Itapecerica da Serra: + 473 empregos formais

Juquitiba: – 9 empregos formais

São Lourenço da Serra: + 649 empregos formais

Vargem Grande Paulista: + 511 empregos formais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.