Leia a TRIBUNA Regional

Clique na imagem abaixo e leia a Edição Completa da TRIBUNA. Boa Leitura!

capa

0 comentário em “Leia a TRIBUNA Regional”

  1. SEM ROSIANE

    A Tribuna Regional é a coisa mais evoluída que aconteceu na imprensa regional em décadas.

    Não nasci ontem, vocês sabem e estava cursando o ginásio do Maria Rosa quando Taboão nasceu. Trabalhei na secretaria da Câmara Municipal na época de dona Laurita prefeita, depois vereadora, sêo Ary presid.da Câmara, depois prefeito, escrevi de próprio punho cerca de 5 anos de atas das sessões, atas essas que lia em plenário para aprovação dos vereadores (poupando o vereador-secretário da Mesa) e no final dos 900 escrevi um livro sobre Taboão com o jornalista Waldemar (na 1a.pessoa porq eram as suas memórias), experiência magnífica, na qual aprendi mais sobre imprensa (e política) do que no jornalismo da FAAP e no marketing político da Sociologia e Política, por onde passei na busca de entender um pouco melhor como funciona meu país.

    Tudo isso pra dizer que, modéstia inclusa, não sou uma opinião de se jogar fora, a despeito do fato de não ter acesso às atas públicas que eu mesmo redigi e de ter sido raspado da história no mesmo expurgo q reduziu o Waldemar a mera citação de pé de página (e nome de um centro de memória confuso e equivocado).

    Mereço portanto cada comentário censurado com que o maior site-jornal da cidade, o Portal, me contempla, o q muito me envaidece pois preocupado ficaria se esse mega-empreendimento ‘totalmente voltado a internet’ de repente deixasse de me classificar de intrometido e outros ‘cavalheirismos’, ignorantes do fato de que, apesar de produzir textos longos e, reconheço, encher um pouco o saco de diversos leitores, sei o que falo e pesquiso o que não sei, características de um bom jornalista (q não sou) e que encontro, com alegria no coração, feito o copo de água fresquinha depois da travessia sedenta de um deserto forrado de releeses adulatórios travestidos de notícias, na sétima edição da Tribuna.

    É de fato uma edição que dá prazer ler. Manchete bem-humorada (‘Dose Incerta’), cobertura que esclarece tudo, envolvendo comentário de secretário no twitter, nota de esclarecimento da Furp etc. o leitor fica sabendo de diversas facetas da notícia e pode formar um quadro geral da situação sem alarmismo, tendenciosidade, oficialismo ou firulas de recém-formados.

    A organização da Tribuna também é espetacular. Eleições numa página especial (a 3), quem quer lê, quem não quer pula. Apresentada por um editorial verde-amarelo na 1a.página.

    A diagramação é finíssima, arejada, letras adequadas, legíveis, com boas entrelinhas, colorido sóbrio, na linha dos novos projetos gráficos dos jornalões, já pensando o jornal em papel com o mesmo estilo e qualidade da versão web.

    A Sandra se superando na cobertura política, ela q foi a pioneira em conseguir descrever de uma maneira compreensível uma sessão da Câmara de Taboão. Sou sincero, nem sempre concordo com você, Sandra, às vezes me decepciono e envio um comentário daqueles bem francos lá pro Jornalnanet, coisa que não tenho feito mais porque, lá, vocês acoxambram todo o texto, eliminando parágrafos e letras maiúsculas, deixando tudo num bloco só e com aquelas letras pequenas e claras quase impossíveis de ler. O Portal também emprega essa edição desleixada além de, como sabemos, seu editor não deixar os leitores desenvolverem diálogos paralelos, não permitindo o endereço de emal (mesmo se consentido) dos ‘comentaristas’, como é NATURAL e PRÓPRIO fazer na internet, sobre isso podemos ver aquela maravilhosa política de comentários do blog ‘Balaio do Kotscho’, outro cara que também não nasceu ontem.

    Não queiram me enganar, vocês têm um revisor!! O jornal não tem erros (que eu tenha notado) de português e o texto é sintaticamente correto, a pontuação está muito boa. Até as diversas matérias do Allan estão com as crases certinhas, coisa q, não sei se percebem, mas não é o forte do nosso amigo.

    Chego até a pág. 7 com grande prazer de leitura. Até a Carla do CATS, com seu tapa-sexo vermelho está ali num canto confortável, a edição da foto permite que o leitor veja as belas formas da moça tão bem quanto o seu sorriso, não descambando para o apelativo e sem ‘perder a ternura jamais’.

    Bem, meus nervos de aço já estão se preparando para a última página onde deverei ver, altaneiro e cínico, aquele velho e bom anúncio de página inteira da PMTS de 720,00, o ‘pedágio’ que nossos jornais e sites recebem para blindar pessoas e assuntos desagradáveis aos políticos.

    Viro a página e não está lá!! Encontro uma notável página de Cultura e Lazer que corresponde realmente ao título. Em ‘Agenda’ fico sabendo que haverá, no próximo domingo, (12 h !?) no Pachá, o ‘Taboão Rock Fest’ (ao ingresso de 12,00, a pizzaria comportará tanta gente e barulho!?)

    As palavras cruzadas interessantíssimas patrocinadas pela Coquetel, editora que, como se sabe, também não nasceu ontem.

    Não me recobro fácil da taquicardia. Sinto abstinência daqueles anúncios para qualquer coisa que, desde o antigo prefeito, infestam nossos jornais. Não é possível, não pode ser verdade, alguém que pensa e não pega os 720,00?? É muita emoção para um dia só!! Tomo um copo de suco de laranja com carambola para acalmar os ânimos.

    Deve estar numa página interna e eu, absorto no prazer da leitura e da informação, não percebi.

    Folheei de novo a Tribuna e lá estava ele num local nobre do jornal (2a . pág.), discreto, anunciando o recomeço das aulas do Liceu, ‘o marco pioneiro das artes em toda a América Latina’.

    Valeu revirar a pilha de ‘Folha do Taboão’ e ‘O Cidadão’ e encontrar lá embaixo a ‘Tribuna’. Cara, finalmente existe vida inteligente no Conisud! Hosanas!

    Longa vida à Tribuna Regional!

    José Sudaia Filho
    blogdosudaia.blogger.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.