Home » Política, Todas as notícias » A 5 dias da eleição, Câmara de Taboão tem quebra-quebra e tiros em confronto entre sem-teto e GCM

A 5 dias da eleição, Câmara de Taboão tem quebra-quebra e tiros em confronto entre sem-teto e GCM

Allan dos Reis, no Jardim Maria Rosa, e Adilson Oliveira, da Redação

A Câmara de Taboão da Serra teve na noite desta terça-feira, dia 2, um grande quebra-quebra durante confronto entre integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto e a Guarda Civil Municipal, que chegou a lançar gás de pimenta e atirar em reação ao protesto dos manifestantes, na última sessão antes das eleições de domingo. Dois militantes do MTST foram presos, e três ficaram feridos. Dois guardas também se machucaram.

Os vereadores discutiam projeto de lei enviado pelo prefeito Evilásio Farias (PSB) que transformava em zonas de interesse social (Zeis), para construção de moradias populares, áreas no Parque Laguna e no Jardim Mirna, e terreno no Jardim Helena que o MTST ocupou por um ano e dois meses. Após interromperem a sessão, eles retomaram os trabalhos sem acordo para aprovação. Os cerca de 200 sem-teto, então, fizeram forte protesto.

GCMs contêm sem-teto que tentam derrubar grade que separa público do plenário na Câmara dos Vereadores

Presidente da Câmara, Macário (PT) falou para os manifestantes se acalmarem já que não colocaria o projeto para votação em clima de insegurança. Eles começaram a forçar a grade que separa o público do plenário e quase a quebravam, quando o vereador sumariamente encerrou a sessão. Enfurecidos, os sem-teto avançaram para cima dos vereadores e foram contidos por GCMs, que usaram gás de pimenta para afastar os militantes.

A sessão se transformou em verdadeiro campo de batalha, em que os sem-teto quebraram tudo pela frente, entre cadeiras, lâmpadas e outros objetos que ficaram espalhados pelo chão. Os militantes foram forçados a sair pela Guarda, que já do lado de fora deu ao menos dez tiros aparentemente para o alto e desfez o tumulto. Um sem-teto estava com a boca sangrando. O líder do MTST Guilherme Boulos estava à frente do grupo.

Parte das cadeiras quebradas e grade derrubada por integrantes do MTST em confronto com GCM no plenário

Macário disse que tinha sido avisado de que a discussão da mudança do zoneamento acabaria em quebra-quebra na Câmara e acusou Paulo Félix (PMDB), com quem discutira para limitar a entrada de sem-teto e evitar superlotação, de incentivar a ação. “Me admira o Paulo Félix incentivar o que aconteceu aqui. O vereador se excedeu e vai pagar por isso”, disse, ao citar que Félix jogou o microfone na mesa e acirrou os ânimos.

Félix rebateu a acusação. “A sessão estava normal. A ação intempestiva [do presidente] de encerrar a sessão ocasionou isso”, disse o vereador, que liderou a obtenção de oito assinaturas para votação do projeto em regime de urgência, mas eram necessárias nove. Macário e um grupo de vereadores foram ao 1º Distrito Policial para registrar boletim de ocorrência. Aos menos dez GCMs estavam na sessão, alguns não fardados.

Confira outras fotos do quebra-quebra em nosso facebook

10 Responses

  1. fabio disse:

    por essa e outras que meu voto e stan 50 e luiz lune 65065
    dois homens serios e que lutaram pelo povo.

  2. Jennifer disse:

    É por isso que não voto nestes candidatos a camara municipal, ficarei com o candidato a prefeito Stan 50.

  3. André disse:

    Que os politicos são corruptos e pilantras não se discute, mas dizer que o MST´são coitadinhos é um engano, a prefeitura precisa dar escola boa, um bom atendimento nos postos e hospitais e não gastar dinheiro que é arrecadado com esse IPTU alto que vocês mesmo estão dizendo para dar casa para as pessoas, eu também sou negro e não vejo problema nisso, pq sempre lutei por meus objetivos.

  4. mara disse:

    Desculpe André, mas a quadrilha estava do outro lado rsrsrs. Este é o povo mais sofrido do nosso País. E lutam por um direito de qualquer ser humano, ter um teto pra morar. Eu não sou do movimento, graças a Deus tenho a minha a casinha. Mas esta quadrilha que estava do outro lado quase me tomou por que até hoje ainda não consegui pagar os 500% que me cobraram no IPTU. O que me admira é a incompetência do Presidente da câmara, Em não ter jogo de cintura para contornar a situação antes de começar o tumulto. Fazer a câmara lotada saindo gente pelo ladrão esperar quase duas horas pra depois voltar e dizer que não vai votar, só pode ser provocação. Não adianta culpar os outros Presidente. Você podia ter evitado, Porque não assinou?

  5. SOU MORADOR A 41ANOS E NUNCA VI UMA UNICA NOTICIA BOA DO MUNICIPIO
    ÈM FESTA DE RATO NÃO SOBRA QUEIJO`,NESSA ATUAL(ADMINISTRAÇAÕ) LOTEARO ATE VIELA
    nO PROXIMO DOMIGO ANULAREI MEU VOTO POIS OS NOBRES CANDIDATOS NAÕ SÃO DIGNOS DO MEU APOIO !!!!!!!!!!!!

  6. Sandra Fortes disse:

    “Cadeira quebradas, lâmpadas e outros objetos…” Esta Câmara Municipal de vereadores que só pensam nos seus próprios bolsos está QUEBRADA há muito tempo: Por causa destes vereadores pagamos a tarifa de ônibus mais cara do planeta, num município de 20,5 Km quadrados, sem cobradores e sem integração. Por causa destes vândalos vereadores a Iacta Saúde fatura 2 MILHÕES E 500 MIL REAIS por mês para mal administrar o Pronto Socorro Antena. Por causa desta Cãmara de vândalos pagamos um IPTU caríssimo, numa cidade mal planejada, cara e congestionada. Por causa desta desta casa de vândalos os salários dos funcionários municipais estão congelados e desceram ao nível de R$360,00 (pagos aos PAPs) enquanto estes senhores e senhora aprovaram para si próprio R$12.000,00, fora a verba de gabinete, além do aumento dos salários do prefeito, vice e secretários de governo. A câmara municipal de Taboão da Serra é uma baderna cotidiana que joga na lama a vida das famílias dos trabalhadores em benefício dos ricos e corruptos. O movimento organizado dos trabalhadores vai limpá-la! Quanto a “essa raça” André, somos uma maioria de negros e negras, trabalhadores, explorados por um sistema desumano que atende pelo nome de Capitalismo.

  7. Sandra Fortes disse:

    Quadrilha é a que roubou 50 milhões de reais do IPTU, que com o vergonhoso aumento aprovado nesta “casa de leis” favoreceu a especulação imobiliária. Nenhum centavo foi devolvido aos cofres públicos até hoje. O julgamento dos mais de 26 acusados foi adiado para 2013.
    O MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto) é composto por trabalhadoras e trabalhadores (de diversas categorias profissionais), que ganham menos de 3 salários mínimos e já não conseguem mais garantir moradia digna para sua família. Altos aluguéis, terrenos e material de construção caríssimos e condomínios residenciais (Aprigiolândia) impagáveis. Eles lutam! Pelo direito a moradia, educação, saúde pública e de qualidade. Lutam também contra a máfia da corrupção. O MTST garantiu o fechamento da BR 116, a ocupação das praças e câmaras no ano passado na luta pelo “Fora Evilásio e os vereadores corruptos”, junto com a Apeoesp Taboão, Ação Papular, Comissão Independente das Profesoras ADIs, PSOL e PSTU. Não ficamos em casa torcendo e assistindo confortavelmente “online” as vergonhosas sessões da câmara. LUTAMOS!
    Quadrilha são os capangas armados que, com a GCM, espancaram e atiraram contra nós trabalhadores que protestávamos na Câmara. Quem eram estes capangas? Por que a imprensa não fotografou os tiros, os capangas espancando trabalhadores que saíram com nariz quebrado e marcas pelo corpo?
    Esta Câmara Municipal de vereadores que só pensam nos seus próprios bolsos, está

  8. Charles disse:

    É povo Taboanense domingo,pense bem hein.

  9. Nosso dinheiro sendo jogado no lixo.

    Lembre-se nós pagamos os salários dos Vereadores e todo o patrimônio imobilizado das dependências da Câmara.

    Como diz o Faustão URNA NÃO É PINICO para depositar seu voto. Escolha seu Vereador com seriedade, afinal ele vai representá-lo por 4 anos e deverá ter dignidade, honradez e honestidade no mandato, um verdadeiro FICHA LIMPA.

    Veja imagens deploráveis do vandalismo veiculadas pela Rede Globo em todos os jornais matinais.

    http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2012/10/confronto-entre-sem-teto-e-guardas-civis-termina-com-5-feridos-em-sp.html

    Que vergonha ver nossa querida Cidade de Taboão da Serra nas páginas policiais.

  10. André disse:

    Pq essa quadrilha tem o nome de Movimento Trabalhador sem teto?
    Eles não trabalham, apenas querem ganhar as coisas na base do grito e da baderna, não podemos continuar pagando impostos e taxas para sustentar esse tipo de gente. O nome de tabão da Serra esta indo para lama com essa raça.

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online