Home » Câmara Municipal, Política, Todas as notícias » Em clima de guerra, câmara adia votação de projetos para 2012

Em clima de guerra, câmara adia votação de projetos para 2012

GCM's estão sem alternativas e prometem ir à Justiça

GCM's estão sem alternativas e prometem ir à Justiça

A sessão na câmara de Taboão da Serra desta terça-feira, dia 6, foi em clima de guerra e paz. De um lado estavam os guardas municipais, cerca de 50, reivindicando mais uma vez que o prefeito Dr. Evilásio Farias (PSB) atenda uma comissão para discutir a redução da carga horária, além da volta do quinquênio e sexta-parte. Em clima de paz estavam os fiéis do Santuário Santa Terezinha, incluindo o Monsenhor Aguinaldo, que aguardava a do projeto de lei que “declara feriado o dia 1º de outubro – Dia de Santa Terezinha”. Ambos saíram frustrados.

Os guardas não têm mais para aonde recorrer. Sabem que a interlocução dos vereadores com o executivo não tem dado resultado e agora prometem recorrer a justiça para recuperar benefícios como quinquênio e sexta-parte. “Agora a gente tem que entrar com um mandado de segurança”, disse um dos guardas.

A última cartada da GCM pode ser na sexta-feira, dia 9, caso o novo secretário de segurança, Silas Santana, aceite um convite da comissão de segurança da câmara e discuta as reivindicações da guarda.

Já os católicos que esperavam ver a decretação de feriado no dia 1º de outubro saíram frustrados já que o projeto nem entrou em votação. O projeto só volta para votação em 2012.

De pé, presidente da câmara Macário diz ao Monsenhor Aguinaldo que projeto que decreta feriado no Dia de Santa Terezinha será apreciado só em 2012.

De pé, presidente da câmara Macário diz ao Monsenhor Aguinaldo que projeto que decreta feriado no Dia de Santa Terezinha será apreciado só em 2012.

Os vereadores aprovaram os requerimentos e as indicações constantes na pauta. Eles também derrubaram um veto parcial do prefeito em uma lei do vereador Paulo Félix (PSDB) que institui o dia da comemoração do programa Jopec. O outro veto da pauta, que Institui gratificações para servidores municipais que compõem a Defesa Civil e a Comdec” foi aprovada.

Na ordem do dia havia outros 13 projetos de lei que não foram votados e agora devem voltar à pauta só em 2012 porque as próximas sessões são destinadas para votar o orçamento municipal. Entre eles, está o projeto de decreto legislativo que pretendia encerrar – agora – a Comissão Especial de Inquérito (CEI).

Por Allan dos Reis

Print Friendly, PDF & Email

One Response

  1. Beto disse:

    Por que não votam e APROVAM a lei que proibe as “paredes de som em carros”,naõ seria para o bem coletivo e bem estar de todos?
    Aqui é a Suiça? Ta tudo certo por aqui?

    GCM,que tal colocar a populaçao a favor de vc’s?

    Atendam melhor e mais rápido, assim terão apoio dos cidadãos.

    Não se igualem aos politicos atuais.

Deixe um comentario

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online