Home » Sociedade, Todas as notícias » Jornalista tenta marcar exames para mãe na UBS Jardim Suiná e diretora o acusa de desacato

Jornalista tenta marcar exames para mãe na UBS Jardim Suiná e diretora o acusa de desacato

Por Allan dos Reis, na redação*

distritoO jornalista Adilson Oliveira do site Verbo Online foi conduzido pela GCM na tarde desta quarta-feira, dia 28, ao 1º DP de Taboão da Serra após a diretora da UBS Jardim Suiná, Mayumi Takamura, acusa-lo de desacato. Ele nega a acusação e afirma que estava no local para tentar marcar consultas para sua mãe, de 76 anos, e uma tia, de 62 anos.

“Fui cobrar agendamento de consultas e exames e a diretora veio depois me acusar de desacato e chamou a Guarda, que, com um GCM autoritário, me conduziu à delegacia. […] Simplesmente cobrei a marcação dos exames e das consultas. Ela me colocou em contato com uma senhora chamada Vera, que seria responsável pela regulação das vagas. Cobrei de novo e ela bateu o telefone duas vezes minha cara”, afirma Oliveira.

Segundo ele, as pacientes têm os pedidos médicos desde outubro de 2014 e não conseguem vagas para realizar consultas de “dermatologia e otorrino e exames de mamografia e ultrassom vaginal pra duas pacientes”, diz. Apesar da confusão, as pacientes vão continuar esperando.

Sem vagas para atender paciente idosa, a diretora da UBS Jardim Suiná, Mayumi Takamura, acusa o jornalista e filho da paciente, Adilson Oliveira, de desacato. (Foto: Reprodução / Facebook).

Sem vagas para atender paciente idosa, a diretora da UBS Jardim Suiná, Mayumi Takamura, acusa o jornalista e filho da paciente, Adilson Oliveira, de desacato. (Foto: Reprodução / Facebook).

A reportagem ligou na UBS no diversas vezes período da manhã e no início da tarde para ouvir a versão da diretora, mas o telefone só chamou. Por email, a assessoria de imprensa da Prefeitura de Taboão da Serra informa que “a diretora da UBS fez um boletim de ocorrência pelo fato de ele ter desacatado verbalmente ela e um GCM que estava no local”, diz. E que “os agendamentos a Secretaria de Saúde informou que as vagas estão disponibilizadas para os meses de fevereiro e março além de contar com alguns direcionamentos para o AME e HGP”, diz a nota.

* atualizado às 15h50 com a versão da Prefeitura de Taboão da Serra

6 Responses

  1. Beto disse:

    Em primeiro lugar é preciso ter respeito pelo próximo!!! não quero defender ninguém, mas alguma coisa este jornalista fez… esta se fazendo muito de coitado e esta reportagem está muito sensacionalista pro meu gosto!!! Argh!

  2. Não tenho procuração, mas quero defender o Adilson Oliveira, ele é cidadão de Taboão da Serra, respeitado na comunidade e atuante no jornalismo da região, acredito que em sua peregrinação pela saúde de sua mãe e familiares não foi reivindicar nenhum privilégio, mas apenas e tão somente o seu como de todos nós moradores da cidade um serviço de saúde que atenda as nossas necessidades. Nós enquanto servidores, sou servidor municipal, devemos oferecer o que a estrutura dos serviços nos permite ao cidadão, mas não devemos julga-los por suas ações, não é nosso papel, nós devemos ser os mais solícitos possível com os cidadãos comuns e passar menos o “pano” nas chamadas autoridades. Só com pressão popular o serviço melhora, inclusive, as condições de trabalho, se respeitamos os contribuintes eles nos prestigiarão!.

  3. Desacordo das pessoas que falam que USB suína só tem funcionários mal educados!
    Muitos anos sou paciente e claro que em todo lugar que tenha bastante funcionários sempre vai ter algum que seja mal educado! Mais dizer que todos do USB suína são mal educado ai já e uma grande mentira!
    E também tem muitos pacientes mal educados com os funcionários e até acredir funcionário!
    Falo porque eu vi a agressão mais não vamos mentiras por causa de um os outros não pode pagar.

  4. Neusa disse:

    Já fazem alguns anos que venho batendo na mesma tecla. Em todos os postos de atendimento da prefeitura tinha, não sei se ainda tem pq não passo por eles tbém já fazem alguns anos, um cartaz bem visível escrito: Desacatar funcionário público é crime. Mas nunca ví escrito em nenhum deles o que é desacato ao funcionário. Agora, cansei de ver e tbém fui vítima de grosserias de funcionários e pergunto: Isso pode? Não quero generalizar, tem muitos funcionários que trabalham de verdade, dão o sangue naquilo que fazem, mas em compensação tem outros que ali estão só para receber o pagamento no final do mês e um mau humor que assusta, como se o munícipe tivesse culpa do infeliz ter que trabalhar. Meus respeitos à aqueles que trabalham de verdade, agora; desacato? Me poupem né? Somos todos iguais com direitos iguais.

  5. carlito disse:

    Mas essa UBS é assim mesmo… os funcionário são todos mal educado mesmo, a um mês atras eu fui também na UBS Margarina Para agendar também enxame fui mal atendido por uma funcionaria que nem olhou no meu rosto e ja foi atendendo outra pessoa, alem de ela falar que agenda estava cheia que tinha que espera uma nova agenda para fevereiro.
    SAÚDE em Taboão da serra é um absurdo.

  6. carlito disse:

    abisurdo

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online