loader-image
temperature icon 14°C

Agressão a jornalista traz repercussão negativa a Juquitiba; agressor é funcionário da prefeitura

Compartilhar notícia

Por Allan dos Reis, direto da Redação

A cidade de Juquitiba entrou para a lista de cidades onde jornalistas foram agredidos no exercício de sua função em 2012, ano em que pelo menos 4 profissionais foram assassinados no Brasil. No dia 28 de abril, o jornalista André Roberg, do jornal Folha BR, foi covardemente espancado por um funcionário  do setor de trânsito da prefeitura. O saldo da agressão foram os olhos roxos, o nariz quebrado e a perda de muito sangue. O caso foi registrado na delegacia da cidade. O acusado é o agente de trânsito Otávio Felipe Pires de Oliveira.

Jornalista André Roberg, do jornal Folha BR, foi brutalmente agredido em Juquitiba. (Foto: Reprodução)

A assessoria de imprensa da prefeitura de Juquitiba informou que a agressão aconteceu fora do horário de expediente, mas uma sindicância interna foi aberta para apurar o caso, que pode acabar com a demissão do funcionário.  “A prefeitura não é a favor de qualquer tipo de agressão. Vamos concluir as investigações o mais rápido possível”, disse o Secretário de Assuntos Jurídicos, Paulo Rogério Bittencourt através da assessoria.

Conhecida por suas lindas cachoeiras, o caso trouxe repercussão negativa à cidade. Além dos sites da região, o “Portal Imprensa”, um dos mais respeitados no meio jornalístico, publicou matéria a respeito da agressão [ver aqui]. O Knight Center, blog especializado em jornalismo na América Latina, citou o caso em sua conta no Twitter.

Com o aumento da violência, entidades que representam os jornalistas pediram a federalização dos crimes contra a categoria. O presidente da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), Maurício Azevedo, acredita que “a impunidade tem estimulado a multiplicação dos casos de violência. Em raríssimos casos os responsáveis são identificados e punidos”, disse sobre os recentes casos de agressão.

A reportagem do Taboão em Foco não conseguiu entrar em contato com o acusado de agressão até a publicação desta matéria.

* matéria alterada no dia 10 de Maio para correção do dia da agressão.

Veja também