loader-image
temperature icon 21°C

PP e PRTB declaram apoio à candidatura de Fernando Fernandes

Compartilhar notícia

O pré-candidato a prefeito de Taboão da Serra, Fernando Fernandes (PSDB), conseguiu formalizar nesta quinta-feira, dia 15, o apoio do cobiçado Partido Progressista (PP) e do nanico Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB), que havia lançado para disputa o empresário Anubio Luz, no fim de 2011.

Vereador Queiróz declara apoio a Fernando Fernandes. (Foto: Reprodução Facebook)

Fernandes recebeu em seu escritório o vereador Alberto Queiróz (PP), com quem teve uma longa reunião. “Estou muito feliz porque hoje recebi o apoio do vereador Alberto Queiroz do PP. O vereador Queiroz é uma grande liderança da nossa cidade”, publicou em seu facebook. Em dezembro do ano passado, o vereador participou do lançamento da pré-candidatura do vereador Aprígio (PSB), a quem prometeu apoiar.


Anúbio 'esquece' as críticas que fez e vai apoiar Fernandes nas eleições municipais. (Foto: Reprodução Facebook)

Foi também pelas redes sociais que o pré-candidato do PSDB anunciou o acordo com o PRTB. “Acabei de me reunir com meu amigo Anúbio Luz e fechamos seu apoio e de seu partido PRTB a nossa pré-candidatura”, postou.

Em setembro de 2011, quando lançou sua pré-candidatura, Luz criticou a possibilidade de Fernandes voltar ao comando da prefeitura. “Em Taboão da Serra criou-se dois grupos políticos [do Fernando Fernandes e do prefeito Evilásio Farias]. Eu não vou falar mal, mas precisa ser quebrado. Até quando a população vai ter que sofrer com isso. O governador vai a Embu das Artes, mas não vem em Taboão da Serra. Tem deputado [Analice Fernandes] que mora em Taboão da Serra, mas não traz verba para Taboão da Serra. Por isso que eu não quero essa parceria com políticos antigos. Esses dois grupos precisam ser quebrados senão a cidade vai continuar sem hospital e sem boa educação”, disse.

A reportagem do Taboão em Foco entrou em contato com o presidente do PP no município, Rai Collor, que na semana passada disse que “não apoiaria o Fernando”, mas  ele não atende as ligações. Anúbio também não quis falar com o site.

Por Allan dos Reis

Veja também