Home » Política, Todas as notícias » Câmara de Taboão aprova voto de repúdio por criança interagir com homem nu em performance no MAM

Câmara de Taboão aprova voto de repúdio por criança interagir com homem nu em performance no MAM

Por Allan dos Reis, no Jardim Helena

Por unanimidade, os vereadores de Taboão da Serra aprovaram na sessão desta terça-feira (3) um voto de repúdio ao Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM) “pela performance denominada ‘La Bête’, que, segundo vídeos, induziu (entre adultos) também crianças a tocar um adulto nu, em conduta que viola dispositivos do Estatuto da Criança e do Adolescente, fomentando pedofilia, recentemente ocorrido”.

Vereador Marcos Paulo é o autor do voto de repúdio contra o Museu de Arte Moderna (MAM) por exposição em que menina interage com homem nu.

Vereador Marcos Paulo é o autor do voto de repúdio contra o Museu de Arte Moderna (MAM) por exposição em que menina interage com homem nu.

Segundo o autor do requerimento, vereador Marcos Paulo (PPS), que no último final de semana foi alçado a Evangelista da Igreja Assembleia de Deus, a performance é uma afronta a sociedade brasileira e os princípios cristãos.

“Que possamos de forma rápida votar um voto de repúdio para mostrar que essa violência contra nossas crianças. Que o governador [Geraldo Alckmin-PSDB] possa estar mais atendo porque aquilo [MAM] é um espaço público. Voto contra essa pseudo-arte moderna”, discursou Marcos Paulo.

Além do MAM, a Câmara Municipal pede que sejam oficiadas a Secretaria Estadual da Justiça e da Defesa da Cidadania e a Secretaria de Cultura do Estado para que tomem providências. Porém, na época do ocorrido, o Governo do Estado esclareceu que o “Museu de Arte Moderna (MAM) é uma instituição privada e autônoma, instalada no Ibirapuera, um parque municipal” e que o “O Governo do Estado não tem nenhuma relação com a mostra 35ª Panorama da Arte Brasileira”.

ENTENDA O CASO

No final do mês de setembro, um vídeo de uma criança interagindo com um homem nu durante performance “La Bête” no Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM) durante a Mostra Panorama da Arte Brasileira.

A performance é uma leitura interpretativa da obra “Bicho”, de Lygia Clark, artista historicamente reconhecida por proposições artísticas interativas.

Na performance “La Bête” no Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM), público interage com homem nu. (Foto: Divulgação / MAM)

Na performance “La Bête” no Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM), público interage com homem nu. (Foto: Divulgação / MAM)

O fato gerou um grande debate entre vários setores da sociedade. Parte acusa a cena como sendo um ato de pedofilia. O Museu se defende e afirma que a menina estava com a mãe e o local estava devidamente sinalizado informando que havia nudez.

O Ministério Público de São Paulo abriu investigação para apurar se houve desrespeito ao Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Deixe um comentario

Current ye@r *

© 2013 TABOÃO EM FOCO · RSS · Site por Keone Midia Online