Apenas furtos aumentam em Taboão no mês de maio em comparação com 2014

Por Gilmar Júnior, da redação

A SSP (Secretaria da Segurança Pública do Governo do Estado de São Paulo) apresentou na última quinta-feira (25) os números sobre a criminalidade referente ao mês de maio. Taboão da Serra registrou mais uma vez uma melhora em seu quadro estatístico quando comparado com o mesmo período de 2014. Os números acerca dos casos de homicídio doloso, estupro, lesão corporal e roubo a veículos, por exemplo, se mantiveram os mesmos ou diminuíram. Já o número de furtos passou de 138 para 153 de maio de 2014 para 2015.

1º Distrito Policial de Taboão da Serra aonde são registradas as ocorrências. (Foto: Arquivo)
1º Distrito Policial de Taboão da Serra aonde são registradas as ocorrências. (Foto: Arquivo)

A regressão da maioria de casos de crimes em Taboão acompanha, de certa forma, o estado como um todo. São Paulo apresentou uma redução de 16,57% no índice de homicídio doloso, passando de 350 casos, em maio de 2014, para 292 registrados no último mês. A média de ocorrência desse tipo de crime é de 9,52 ocorrências por 100 mil habitantes em todo estado.

Entretanto, o índice referente a taxa de furtos que era de 138 no mês de maio do ano anterior chegou a 153. O número é, também, o maior registrado neste ano, que até então tinha o mês de março, com 140 ocorrências, como o e maior casos. Ao todo, em 2015, segundo as estatísticas da SSP, 648 casos já foram registrados junto às delegacias taboanenses.

PRODUTIVIDADE POLICIAL NO MUNICÍPIO

Ainda em comparativo o mês de maio de 2014 com o de 2015, os números de apreensões policiais também abaixaram, com exceção das ocorrências de tráfico de entorpecentes que passou de 9 para 17. Em Taboão, 54 pessoas foram presas em flagrante contra 59 no ano passado. O número total de inquéritos instaurados passou de 234 para 197.

VIZINHOS

A cidade de Embu das Artes registrou aumento nos seguintes índices criminais: homicídio doloso (passou de 1, em maio de 2014, para 2, em 2015), lesão corporal dolosa (de 29 subiu para 31), homicídio culposo por acidente de trânsito (passou de 2 para 4) e roubo de carga (cresceu de 13 para 18). Por outro lado, apresentou melhoras significativas quanto a diminuição na taxa de furtos (de 149 em 2014, para 98 em 2015) e em roubos (de 134 para 98).

Já em Itapecerica da Serra, o índice de estupro foi “zerado”. Ao contrário de maio de 2014 quando foram registradas duas ocorrências de estupro, em 2015 não houve histórico do crime. O número de furtos também caiu de 77 para 68, porém, as modalidades referentes a furto de veículos, roubo a carga e homicídio doloso, que não havia registrado nenhuma ocorrência para o período em 2014 teve três casos inscritos junto às delegacias do município.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este anúncio custou aos cofres públicos municipal a quantia de R$ 1.100,00.