CPI ouve mais uma testemunha

Aldo_publicidade_eduardotoledo_cmts
Responsável pela publicidade da prefeitura de Taboão da Serra durante depoimento. (Foto: Eduardo Toledo / CMTS)

A Comissão Especial de Inquérito (CEI), semelhante a uma CPI, da Câmara Municipal de Taboão da Serra que investiga irregularidades nas contas da prefeitura municipal ouviu na manhã desta quinta-feira, dia 30 de Junho, o empresário Aldo Silveira Falco, dono da agência de publicidade que prestou serviços à administração municipal entre os anos de 2006 a 2010. Toda material de divulgação e os pagamentos de veículação de publicidade na mídia era feita através de sua empresa.

Apesar de fazer críticas à maneira como ocorreu a contratação da empresa, os vereadores, em especial o relator Paulo Félix (PSDB) e Olívio Nóbrega (PR), desejavam saber quem produziu o vídeo institucional distribuído gratuitamente e enaltecia as realizações da administração municipal meses depois do polêmico aumento do IPTU no ano de 2010.

Eles também fizeram críticas aos anúncios institucionais feitos em uma rede de tv pequena e que tem pouca abrangência na cidade.

– Quem fez o vídeo? – perguntavam os vereadores.

O empresário revela que não sabe quem foi o responsável pela produção e que apenas fez a duplicação e envelopagem dos DVD’s.

Para descobrir os responsáveis pela produção, a CEI convocou o ex-diretor da Coordenadoria Executiva (Coex), José Marcos, que atualmente está na Secretaria de Educação, e a jornalista Renata Gomes, que trabalha na assessoria de comunicação. Os depoimentos serão na próxima semana.

O site Taboão em Foco entregou em contato com a Renata por telefone que afirmou que “os vídeos foram gravados por funcionários da comunicação da prefeitura”, revelando o falso mistério criado durante a oitiva.

Por Allan dos Reis

0 comentário em “CPI ouve mais uma testemunha”

  1. José Sudaia Filho

    No tweeter, ontem, durante o depoimento, postei os endereços a seguir que são peças publicitárias produzidas na época do COEX. Como não havia nenhuma espécie de reação (exceto eu, mas quem me ouve ou considera o que penso nesta cidade?), a PMTS se entregou a um tipo de propaganda eleitoral via TV disfarçada sob a alegação de q estava promovendo a cidade através da divulgação das melhorias realizadas pelo prefeito Evilásio.

    O disfarce era frágil, como atribuíam tudo de ruim aos prefeitos anteriores, e tendo considerado tudo o q acontecia na cidade como realizações do dr. Evilásio (era um tal ‘de maior do mundo’, ‘maior da história’, ‘primeiro da América Latina’, ‘referência para os EUA’, ‘exemplo para a Suécia’, ‘pioneirismo reconhecido pela ONU’ etc, q dava vontade de vomitar).

    Como o sr. prefeito havia sido deputado federal, queria projetar uma imagem positiva para todo o Estado de SP, q é quem o elegeria numa possível candidatura a deputado (alguns anos depois tentou, sem sucesso, eleger sua esposa).

    O pref. Fernando Fernandes percebeu o truque e conseguiu detê-lo por ação na Justiça. Dr.Evilásio recuou, mas o estrago estava feito. Na pressa, os marqueteiros do atual prefeito não notaram que o slogan era o mesmo usado por Buscarini qdo. se reelegeu prefeito, hostilizando seu arquiadversário AAndrade.

    VINHETA GCM ver no final assinatura logo ‘Orgulho da gente’ e slogan ‘+ SEGURANÇA AGORA TEM http://t.co/jLYxCbU

    TABOÃO NA TV 23 prim.progr.de TS na TVaberta: http://t.co/jLYxCbU Nely Rossany apresenta um tipo de repórter TS

    Atentem para o slogan ‘não tinha agora tem’ http://t.co/g0hnPd0 sobre SAMU

    Agora o ‘Maior programa de recapeamento da história da cidade’ atentem ao slogan
    http://youtu.be/zp3m3vIn2Xc

    No famoso vídeo de q se fala agora e, como se diz, ‘enaltece o IPTU abusivo’, dona Império diz, na abertura, q a cidade antes da atual administração ‘era conhecida como periferia selvagem’. Isto não é simples ignorância! Isso é um tapa na cara de todos aqueles que construíram a TS de hoje. Não sei quem escreveu isso, mas sei q a responsabilidade por este conteúdo ser distribuído ‘como presente’ ao povo é responsabilidade do sr. prefeito.

    Mas isto não está em discussão agora. Por enquanto estamos todos indignados e ansiosos por saber COMO nós pagamos a conta e QUANTO pagamos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.