Encontro celebra regulamentação da lei que criou a “Carteira Municipal de Identificação do Autista”

Por Allan dos Reis, na redação

Um encontro realizado na última quinta-feira (9) celebrou a regulamentação da lei municipal 2.306/2019 de autoria do vereador Ronaldo Onishi (DC), que institui em Taboão da Serra a “Carteira Municipal de Identificação do Autista (CMIA)”.

Também participaram a secretária de assistência social Arlete Silva, de habitação Sandra Pereira, a presidente do CMDCA Vanini Mandaj, o diretor do Capsi Adilson Torres, além de familiares de crianças com o transtorno do espectro autista.

A carteira é uma reivindicação antiga das mães, que têm filhos com esse transtorno e que muitas vezes sofrem discriminação ao reivindicarem preferência em serviços, seja na fila do banco a atendimento médico.

“É uma grande conquista a regulamentação desta carteira. Era um pedido muito antigo das mães porque muitas delas sofrem constrangimento porque muitas das crianças não apresentam sinais visíveis do transtorno. Por isso é um passo importante na causa do autismo”, afirma Onishi.

Autor de outras leis que tratam do tema e organizador de um encontro anual para tratar do tema, o parlamentar reforça que a carteira vai facilitar na elaboração de políticas públicas dentro do município.

Ronaldo Onishi durante encontro do autismo em 2019. A edição deste ano não aconteceu em decorrência da pandemia do coronavírus.

“Com a carteira vamos conseguir identificar em quais bairros essas famílias estão e o poder público poderá desenvolver políticas públicas nas regiões com maior incidência”, reforça o parlamentar.

A Carteira Municipal de Identificação do Autista será emitida pela Secretaria de Assistência Social e terá validade de cinco anos, podendo ser prorrogada pelo mesmo período.

2 comentários em “Encontro celebra regulamentação da lei que criou a “Carteira Municipal de Identificação do Autista””

  1. Quanta apelação destes vereadores
    Fazem isto porque sabem que a cidade está largada.
    Porque não lutam por um transporte melhor com integração ou tempo de uso
    De no mínimo 02 horas?
    Mas preferem estes projetos isolados mas pior que este foi o da tal Priscila sobre vagas nas escolas uma piada

  2. É muito importante ter pessoas públicas que abraça causas como essa , pois são que se sentem muito sozinhas para lutar por seus direitos. Parabéns Dr Ronaldo Onishi por sua atitude. Que venha outras!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.