loader-image
temperature icon 21°C

Governo do Estado descumpre acordo com prefeitos e limita atendimento no Hospital de Itapecerica

Compartilhar notícia

Por Allan dos Reis, direto da redação

Quando anunciado que o atendimento no Hospital Geral de Itapecerica da Serra (HGIS) seria limitado a partir do dia 1 de fevereiro, os prefeitos da região se uniram e participaram de duas reuniões com o Governo do Estado, onde foi pactuado que nenhuma mudança seria feita pelos próximos 90 dias. Porém, o Governo do Estado não cumpriu o acordo e já implementou as mudanças.

Na prática, os moradores de Itapecerica e região que procuravam a unidade para atendimento a todo tipo de enfermidade, terão que procurar uma UBS e eles encaminharem, caso haja necessidade. Os casos graves continuam sendo atendidos.

Ambulatório do Hospital Geral de Itapecerica da Serra, que reduziu seu atendimento a população a partir desta segunda-feira (1).

O novo presidente do Conisud, prefeito de Embu das Artes Ney Santos, divulgou um áudio com críticas ao secretário de Desenvolvimento Regional do Estado de São Paulo, Marco Vinholi, que participou do acordo.

“Nós estamos tentando ser parceiros de vocês, mas infelizmente vocês não tem respeito pela gente. Fomos aí [Governo do Estado] e vocês garantiram para nós que seguravam 90 dias. Fomos em sete prefeito, com o deputado Gilmaci Santos, e no dia anterior a deputada Analice [Fernandes] também foi com o prefeito de Itapecerica da Serra [Francisco Nakano] e ontem vocês fizeram isso em nos comunicar”, reclama Santos, que pede repúdio ao Governo.

Além do HGIS, os moradores da região serão prejudicados com o fechamento de algumas especialidades no Hospital Geral do Pirajussara (HGP), que fica na divisa de Taboão da Serra e Embu das Artes.

Veja também